Pesquisar notícia
segunda,
18 out 2021
PUB
Concelhos

Festas da Cidade de Abrantes canceladas (ATUALIZADA C/ÁUDIO)

12/05/2020 às 00:00
Partilhar nas redes sociais:
Facebook Twitter

A Câmara Municipal de Abrantes decidiu esta manhã, em reunião do executivo municipal realizada esta manhã (12 maio) por videoconferência, cancelar as Festas de Abrantes 2020. Manuel Jorge Valamatos disse que era uma medida que já se esperava, até porque não havia ainda contratos firmados com os artistas.

O autarca realçou que neste campo houve necessidade das conversas com os agentes dos artistas e com os próprios artistas, porque o programa das festas não é feito apenas com grandes nomes da música.

Manuel Jorge Valamatos explica o cancelamento

Manuel Jorge Valamatos indicou também que o que tem estado a ser desenhado é uma possibilidade grande de tentar ser replicado o programa deste ano em 2021. Porque teve uma grande aceitação por parte das pessoas, mas ressalva que pode ter de haver ajustamentos. E deu um exemplo, o coro gospel de Londres pode não ter agenda em 2021 e, por isso, pode ter de ter ajustado.

Manuel Jorge Valamatos fala sobe a replicação do programa em 2021

Foi ainda referido que o próprio Festival ao Alto, evento jovem que se realiza no Alto de Santo António (junto ao Luna Hotel de Abrantes) pode estar em risco de realização, de acordo com as indicações do governo. Luís Filipe Dias, vereador responsável pelo pelouro da Cultura, revelou que esta decisão poderá estar dependente da decisão do conselho de ministros da próxima quinta-feira.

Ainda nesta reunião do executivo municipal foi referido que mesmo a Feira Nacional de Doçaria Tradicional, que se realiza no último fim de semana de outubro, poderá estar em risco decorrente desta situação.

Rui Santos, vereador eleito pelo PSD revelou que era a medida a tomar e que ele próprio já tinha sugerido esta posição a algumas semanas. Não faria sentido haver Festas com todas as medidas que estão a ser tomadas no país. Disse o vereador: "Nem os abrantinos iriam compreender isso".

Armindo Silveira, eleito pelo BE, questionou se os contratos com artistas estão a ser cancelados ou remarcados. E apresentou uma proposta, referindo não saber como estão a ser feitos os contratos com os agentes culturais, para que nos casos de reagendamento possa ser feito um adiantamento de 50% do valor dos contratos. Esta proposta tem em linha de conta as dificuldades que muitos agentes culturais e músicos estão a ter devido à ausência de espetáculos. Seria, segundo o vereador Armindo Silveira, uma forma de ajudar os artistas, naqueles que tenham reagendamentos confirmados.

Imagens como esta não se repetem este ano

Questionado sobre se há um entendimento a propósito da realização das festas e arraiais nas aldeias, o presidente da Câmara de Abrantes revela que tem feito um grande trabalho de proximidade com as juntas de freguesia e associações. A Bemposta, que teria as primeiras, na Quinta-feira da Ascensão, já foram canceladas. E as outras vão seguir a mesma linha, de acordo com as diretrizes do Governo e das autoridades de Saúde Pública.

Manuel Jorge Valamatos sobre as festas nas aldeias

Recorde-se que as Festas de Abrantes tinham sido anunciadas, no dia 21 de fevereiro, para os dias 9 a 14 de junho com um cartaz de peso: Mickael Carreira, Bárbara Bandeira, Quatro e Meia José Cid, Hot Play e ainda no Hipódromo dos Mourões estava previsto um concerto com Héber Marques (HMB), Rita Guerra, Coro Internacional de Gospel de Londres, Anin Rose e Orquestra Ibérica. Para além dos cabeças de cartaz havia ainda um conjunto de outras atuações previstas para os diversos palcos das festas.

Manuel Jorge Valamatos mostrou a vontade de replicar em 2021 o cartaz deste ano porque para além da qualidade teve, segundo afirmou, uma aceitação grande da população porque tenta chegar a todos os públicos, a todas as idades.