Pesquisar notícia
segunda,
04 jul 2022
PUB
Entrevistas

Rotary Club de Abrantes faz 40 anos em 2021 com publicação comemorativa

20/02/2021 às 00:00
Partilhar nas redes sociais:
Facebook Twitter

Tomou posse a 5 de julho de 2020, já em plena pandemia. Joaquim Melo dos Santos é o presidente do Rotary Club de Abrantes. Com a atual situação que o país e o mundo enfrentam, muitas das atividades do club foram canceladas, mas continuam a interagir com a comunidade. É que, como Joaquim Melo dos Santos referiu no seu discurso de tomada de posse, citando William Shakespeare, “aprendi que as oportunidades nunca são perdidas, alguém vai aproveitar as que você perdeu”.

O Rotary Club de Abrantes tem feito ou programadas atividades junto da comunidade para o combate a este flagelo que é a pandemia?

Finalizámos no dia 20 de novembro 2020 o “Projeto Covid-19”, projeto iniciado no ano rotário anterior de 2019/2020, com a distribuição de 9000 máscaras e 160 litros de álcool gel, com fundos próprios e com o apoio do subsídio de catástrofe concedido pela Fundação Rotária Portuguesa a várias entidades e IPSS com respostas sociais, do concelho de Abrantes e Sardoal. Ainda no âmbito deste projeto, apoiámos o Banco Alimentar Contra a Fome de Abrantes na aquisição de bens alimentares. Realizámos ainda a “Árvore de Natal Solidária”, em parceria com o Município de Abrantes e o CRIA, para angariação de verbas para aquisição de material informático para os utentes do CRIA.

 

De que forma é que o RCA se adaptou às circunstâncias, não podendo reunir os seus membros como habitualmente?

Temos realizado as nossas reuniões e palestras via ZOOM, pois a grande maioria dos membros do Rotary Club de Abrantes faz parte do grupo de risco para a covid-19.

 

Que objetivos traçou para o seu mandato?

Começámos a preparar o programa em fevereiro de 2020 e na altura não pensávamos que iríamos estar confinados. Os objetivos principais eram a continuação e a concretização dos projetos do Club, principalmente o projeto de Bolsas de Estudo em parceria com mecenas individuais, empresas e o Município de Abrantes. Este projeto ficou fechado no final de dezembro, tendo sido atribuídas 66 bolsas. Como profissionais que somos, assim que possível pretendemos realizar a homenagem a um profissional da nossa comunidade. Pretendemos também comemorar o 40º aniversário do Club em maio. Se a situação atual se mantiver, não iremos ter uma cerimónia presencial. Pretendemos realizar uma publicação para comemorar.

 

Quais não vai conseguir realizar cumprir devido à atual situação?

Os projetos que costumamos realizar habitualmente e não foram realizados foram o Curso de Liderança, o Convívio de S. Martinho, o Encontro com Bolseiros e Patrocinadores e Distribuição de Bolsas, o Curso de Suporte Básico de Vida e o Passeio Cultural.

Muita da atividade do Club tem passado por palestras online. Como escolhem os convidados e que assuntos consideram pertinentes nesta altura?

Em Rotary, todos os meses têm uma temática própria. Vamos adaptando as palestras à temática mensal, podendo realizar palestras com outras temáticas dependendo da agenda do palestrante. Até ao momento foram realizadas as seguintes: O mês de julho são os “Novos Líderes” cujo palestrante foi o Daniel Pereira, CEO da HJDP com a palestra: “Empreendedorismo e Inovação em alturas de Covid-19”; o mês de agosto é “Desenvolvimento e Expansão do Quadro Social” e realizámos uma palestra técnica com o nosso Companheiro Eduardo Relvas do Rotary Club de Portalegre; o mês de setembro é dedicado à “Educação Básica e Alfabetização”, cujo palestrante foi o professor doutor Jorge Rio Cardoso, uma referência na Educação a nível nacional. Numa das nossas reuniões semanais tivemos uma apresentação do projeto educativo do Clube Desportivo “Os Patos” pelos responsáveis do mesmo. Já o mês de outubro é “Desenvolvimento e Comunitário” cuja palestrante foi a doutora Isabel Jonet, presidente da Federação dos Bancos Alimentares que abordou o tema “O impacto da Pandemia nas respostas sociais”. Numa das nossas reuniões semanais tivemos uma palestra com o doutor João Bueno Rodrigues, biólogo e CEO do Bark- Biopark da Barquinha com o tema “O papel dos Zoos e Aquários no Mundo Contemporâneo”.
Já no mês de novembro, dedicado à “Rotary Foundation”, devido à comemoração do Dia Mundial da Diabetes a 14 de novembro, realizámos a palestra “Impacto da Covid-19 na Diabetes” com o doutor Flávio Ribeiro, antigo Director da USF Beira Tejo. O mês de dezembro é “Prevenção e Tratamento de Doenças”, foi palestrante o professor Mário Pissarra com a palestra “Pandemia: Leituras, Reflexões e Interrogações”.

Em janeiro, com o tema dedicado aos “Serviços Profissionais”, tivemos o professor Miguel Borges, presidente da Câmara Municipal do Sardoal com um testemunho sobre a sua experiência com o Covid-19.

Até ao final do ano rotário, em 30 de Junho, iremos ter mais palestras. Os interessados podem enviar um e-mail para palestrasrcabrantes@gmail.com para poderem assistir.

 

Como está a ser o trabalho junto dos clubes mais jovens, o Interact e o Rotaract? Está a ser complicado mobilizar os jovens que se vêm privados dos seus movimentos?

Tanto o Interact como o Rotaract são clubes com bastante dinâmica, tendo realizado várias ações solidárias para apoio a instituições ao longo dos anos. Atualmente, devido à pandemia, têm bastantes limitações. Assim que esta pandemia passe, irão regressar e voltar a realizar atividades em prol da comunidade em que se encontram inseridos.

 

Atividades como o Curso de Liderança ou os cursos de Suporte Básico de Vida estão suspensas neste momento. Acredita poderem retomar estas atividades num futuro próximo?

Este ano rotário de 2020/2021 vai terminar no dia 30 de junho de 2021. Atualmente, devido à situação de pandemia, não será possível a sua realização. Assim que as condições de saúde e segurança nos permitam, iremos retomar, pois são projetos bastante consolidados pelo Rotary Club de Abrantes na nossa comunidade.

 

Patrícia Seixas