Pesquisar notícia
domingo,
23 jun 2024
PUB
CHMT

CHMT faz balanço do arranque da vacinação contra a Covid-19 (C/VÍDEO)

1/01/2021 às 15:50
Partilhar nas redes sociais:
Facebook Twitter

A primeira fase de vacinação no Centro Hospitalar do Médio Tejo (CHMT) está concluída, mas aqueles que estão com a vacina não estão imunes. OU seja, só após 20 dias da primeira dose é que os profissionais já vacinados vão levar a segunda. E apenas 9 ou 10 dias depois da segunda dose é que a imunidade é ativada. Numa explicação muitos simples é assim que as coisas funcionam.

No primeiro dia do novo ano o presidente do Conselho de Administração do CHMT, Carlos Andrade Costa reconheceu, numa mensagem de vídeo difundida pelo CHMT, "o esforço de todos os profissionais envolvidos nesta complexa logística", agradecendo esse mesmo esforço e dedicação. Carlos Andrade Costa salienta, no entanto, que "este, sendo um momento de esperança, não é, ainda, o momento da passagem do Cabo das Tormentas. Já vemos o Cabo das Tormentas, mas ainda não o vimos. Temos de manter todas as medidas de proteção, o uso da máscara, o distanciamento social, a higienização das mãos, a restrição nos contactos para que esta fase seja ultrapassada por completo".

Recorde-se que no Médio Tejo, Centro Hospitalar e Agrupamento de Centros de Saúde, as primeiras doses da vacina começaram a ser administradas na terça-feira, dia 29, dois dias depois da primeira administração em Portugal.

O plano nacional de vacinação prevê três fases distintas, sendo que a primeira começou a 27 de dezembro, a segunda dever+a iniciar-se em abril e a terceira apenas quando a segunda estiver concluída, de acordo com informação do governo.