Pesquisar notícia
terça,
25 jan 2022
PUB
Covid-19

Abrantes: Centro de testes dos Bombeiros sem mãos a medir (C/ÁUDIO)

30/12/2021 às 17:05
Partilhar nas redes sociais:
Facebook Twitter

A Associação Humanitária dos Bombeiros de Abrantes (AHBVA) tem registado tal como no resto do país, um aumento no número de testes realizados.Neste momento a AHBVA está a realizar testes entre as 15 e as 19 horas de segunda a sexta-feira e pode fazer os testes rápidos de antigénio ou as colheitas para os PCR. Naturalmente que os testes de antigénio, com um custo de 20 euros para não sócios e 15 euros para os sócios, são os mais procurados.

João Furtado, o presidente da Associação Humanitária dos Bombeiros de Abrantes, revelou que tem existido um grande aumento de afluência aos testes. “Em 2020 fizemos cerca de mil testes, no ano todo, e este ano vamos atingir mais de cinco mil, sendo que esta afluência está a ser muito incrementada neste final de ano”.

Nota-se, de acordo com o presidente da AHBVA um aumento de afluência assim está a acontecer no país um aumento do número de casos positivos.

João Furtado indicou que quem faz no teste nas instalações dos bombeiros de Abrantes começa por preencher um questionário no sentido de dar alguma informação prévia em relação a cada pessoa que faz o teste. E em nos casos em que é detetado um positivo, para além de ser enviada a informação às autoridades de saúde, é também feito um questionário no sentido de identificar logo as linhas de contágio. Neste momento [30 de dezembro] “temos tido entre cinco e dez casos positivos nos testes que fazemos. É um número muito superior aos que fomos tendo ao longo dos últimos meses”. O presidente da direção da associação indica ainda que houve sempre uma atenção em relação aos horários que foram sendo adotados entre o verão e o final do ano.

João Furtado revelou que houve muitas solicitações para eventos, para casamentos e para eventos desportivos, mas que essa tendência mudou completamente neste mês de dezembro, em particular com a última quinzena. “Há muitas pessoas a vir de forma individual, que querem testar para poder estar com a família”. João Furtado disse ainda que muitas pessoas que procuram o centro de testes da AHBVA não são residentes em Abrantes. “Há muitas pessoas que nos procuram e que vêm passar este período junto dos familiares e procuram fazer os testes”, notou João Furtado.

Neste momento a AHBVA faz testes de antigénio, com um custo de 20 euros [15 euros para os sócios], mas também pode fazer colheitas para testes PCR.

João Furtado revelou que os testes de antigénio positivos foram, modo geral, confirmados posteriormente pelos testes PCR requisitados pela autoridade de saúde.

E, neste momento, a AHBVA estão a tratar dos procedimentos no sentido de poderem ser uma das entidades a fazer os testes gratuitos, como acontece com as farmácias aderentes [em Abrantes a Farmácia Silva e a Farmácia Motta Ferraz]. “É uma situação que esperamos ter em marcha no início de janeiro”.

Sobre o futuro, João Furtado, revela que gostaria de ter o centro de testes encerrado até ao verão: “Era o sinal que a pandemia estaria a chegar ao fim”.

João Furtado, presidente direção AHBVA

Há mais pessoas a testar. Nos Bombeiros de Abrantes os testes podem ser feitos de segunda a sexta-feira das 15 às 19 horas. E dia 2 de janeiro, domingo, o centro de testes estará aberto das 9 às 13 horas.

Os casos positivos identificados são imediatamente comunicados à autoridade de Saúde Pública para que seja dado seguimento ao processo.