Pesquisar notícia
segunda,
08 ago 2022
PUB
Concelhos

Município arranca com sessões de esclarecimento no âmbito da Estratégia Local de Habitação (C/ ÁUDIO)

17/05/2022 às 15:54
Partilhar nas redes sociais:
Facebook Twitter

Reabilitar é a palavra de ordem e, a par com a reabilitação do parque municipal de habitação de renda apoiada, a Estratégia Local de Habitação de Abrantes prevê “melhorar o estado de conservação e as condições de conforto do parque habitacional existente”.

Podem candidatar-se a este apoio os munícipes que sejam proprietários de uma habitação que tenha necessidade urgente de obras, sendo que a comparticipação das obras de reabilitação e/ou adaptação poderá chegar até aos 100% através do Programa 1º Direito, gerido pelo Instituto da Habitação e da Reabilitação Urbana (IHRU), com financiamento do PRR – Plano de Recuperação e Resiliência e pelos Fundos Europeus Next Generation EU.

O Município de Abrantes, através do seu Gabinete de Estratégia Local de Habitação, presta apoio técnico aos munícipes e auxilia na preparação das candidaturas ao Programa 1º Direito.

Para esclarecimento de todas as questões e dúvidas que possam surgir no âmbito deste apoio financeiro, a Câmara Municipal de Abrantes vai realizar sessões de esclarecimento em todas as freguesias do concelho, que se irão realizar entre 18 de maio e 22 de junho de 2022.

Este apoio financeiro destina-se a pessoas que vivem em condições habitacionais indignas, carência financeira e em situações específicas, sendo que se podem candidatar os munícipes, cidadãos nacionais, que tenham habitação própria e permanente, e estejam em situação de carência financeira (rendimento mensal inferior a 4 vezes o IAS, que corresponde a um limite de 1.755,24 euros).

No concelho de Abrantes, estima-se que esta medida de apoio, que dispõe de mais de 1 milhão e meio de euros de verba, possa abranger um total de 100 imóveis/frações habitacionais.

Para saber mais sobre este programa de apoio financeiro, assista a uma das sessões públicas de divulgação, consulte o site do Município em www.cm-abrantes.pt ou pode ainda entrar em contacto com o Gabinete de Estratégia Local de Habitação através do 967 264 147 ou presencialmente, na Rua Professor Manuel Constâncio, em Abrantes.

A Estratégia Local de Habitação de Abrantes, aprovada pelo Executivo camarário em junho de 2021, é o documento que enumera as necessidades e as potenciais soluções em matéria de acesso generalizado à habitação, e prevê um investimento de 10,9 milhões de euros para um período de 5 anos a aplicar na reabilitação do parque municipal de habitação, bem como na aquisição e reabilitação de fogos municipais para habitação com renda apoiada e apoio técnico e institucional à reabilitação e adaptação de habitações de famílias vulneráveis.

 

Datas das sessões de esclarecimento:

18 de maio

10h – Sede Junta de Freguesia de Mouriscas

18h – Sede Rancho Casais de Revelhos

 

19 de maio

18h30 – Sede Junta de Freguesia do Pego

 

20 de maio

19h – Sede Social da Junta de Freguesia de Rio de Moinhos

 

23 de maio

18h – Sede da Junta de Freguesia de Tramagal

 

24 de maio

18h – Sede da Junta de Freguesia de Martinchel

 

25 de maio

18h – Edifício da Junta de Freguesia S. Miguel do Rio Torto

 

26 de maio

18h – Centro Popular de Cultura e Desportos de Sentieiras

 

27 de maio

19h – Sede da Junta de Freguesia de Fontes

 

30 de maio

18h – Sede da Junta de Freguesia de Rossio ao Sul do Tejo

 

31 de maio

20h30 – Associação de Moradores de Abrançalha de Baixo

 

1 de junho

18h – Antiga Escola Primária de São Facundo

 

2 de junho

19h – Sede da Junta de Freguesia de Carvalhal

 

6 de junho

21h – Sede da Junta de Freguesia de Abrantes

 

7 de junho

18h – Sede da Junta de Freguesia de Concavada

 

8 de junho

19h – Sede da Junta de Freguesia de Aldeia do Mato

 

9 de junho

19h – Antiga Escola Primário do Souto

 

20 de junho

21h – Centro Cívico de Alferrarede

 

22 de junho

19h – Sede da Junta de Freguesia de Bemposta

 

Na reunião do Executivo Municipal, realizada esta terça-feira, 17 de maio, a vereadora Raquel Olhicas fez o ponto de situação relativo ao programa de apoio ao acesso à habitação e deixou algumas explicações: