Pesquisar notícia
terça,
16 abr 2024
PUB
Abrantes

9 dias de Festas, Tony Carreira no Aquapolis sul e Cerimónias do 14 de junho na ESTA (c/áudio)

15/03/2024 às 16:47
Partilhar nas redes sociais:
Facebook Twitter

David Carreira (7 de junho), The Gift (8 de junho), Sara Correia (9 de junho), Jorge Guerreiro (10 de junho), Cais Sodré Funk Connection (11 junho), Marchas Populares de associações do concelho (12 junho) David Antunes & Midnight Band com os convidados Jéssica Cipriano, Emanuel Moura e David Luís (13 de junho); Carlão (15 de junho) e Tony Carreira seguido de fogo de artifício (14 de junho) são os concertos principais das Festas de Abrantes 2024.

A apresentação aconteceu na tarde desta sexta-feira, dia 15 de março, numa conferência de imprensa em que ficou ainda a saber-se que as cerimónias oficiais do Dia da Cidade terão lugar na Escola Superior de Tecnologia de Abrantes (ESTA). E vão ser nesta local por forma a assinalar o 25.º aniversário da escola superior e, como referiu o presidente da Câmara Municipal de Abrantes, “temos um grande objetivo com a ESTA. Temos um projeto de 8 milhões de euros e precisamos de mostrar à União Europeia que precisamos do dinheiro [para construção das novas instalações do Tagusvalley]".

 

E, como habitualmente, à noite no Palco Manuel Maurício, no Aquapolis sul, vai haver concerto com Tony Carreira, seguido de fogo de artifício e de DJ, noite dentro, cujo nome ainda não foi divulgado.

Mas nesta apresentação dos nove dias de Festas de Abrantes, para além dos concertos do palco principal, o palco da Praça Raimundo Soares (largo da Câmara Municipal) terá 7 espetáculos com as bandas de Abrantes (7 a 13 junho) e um espetáculo infantil no dia 10 de junho.

O Largo João de Deus vai ser, nos dias 7 a 11 e depois 13 e 15 de junho, o Largo das Artes com atuações dos alunos dos cursos de música, dança e teatro da Escola Secundária Dr. Manuel Fernandes.

A praça Barão da Batalha mantém o Palco Tradições com a atuação de ranchos folclóricos e bandas filarmónicas (dias 8, 9, 10 e 15 de junho às 19 horas) e com a atuação de DJ’s locais em modo sunset party (dias 11, 12 e 13 às 19 e às 21 horas).

Nota ainda para a manutenção do Espaço Família, com atividades para as crianças, no jardim da ESTA.

O Jardim da República volta a ser o espaço das tasquinhas com um palco que terá como animação grupos de baile. Será o espaço popular das Festas de Abrantes.

O Largo Motta Ferraz, contíguo ao espaço das tasquinhas, voltará a ter a Feira de Artesanato, com 30 espaços de exposição.

Já o Welcome Center ou Posto de Turismo será o espaço promocional das potencialidades turísticas do concelho.

Nota ainda para os DJ,s que vão atuar ao final de cada noite na Esplanada 1.º de Maio. Houve necessidade, até por aconselhamento das forças de segurança, de deslocar estas atuação para um espaço maior, onde a concentração de pessoas "respira" melhor.

 

As Festas contam ainda com um leque variado de atividades desportivas com: Torneio de Ténis de Mesa, Torneio de Padel e Torneio de Sueca (dia 8); Torneio de Padel, Torneio de Pesca e Passeio Chapa Amarela (dia 9); Downhill Urbano e Meeting de Abrantes em Atletismo (dia 10); Torneio de Futebol de Praia (dia 14); e Torneio de Voleibol de Praia e Show Motorizado (dia 15).

“A Festa celebra o dia da cidade e foi sendo feita a volta do Dia de Abrantes e é ponto de encontro de abrantinos. Não é fazer uma festa por fazer, é uma festa de abrantinos e não só”, destacou Manuel Jorge Valamatos na apresentação do evento, sublinhando um grande envolvimento da comunidade e o grande investimento. E reforçou o envolvimento da comunidade, das associações, das instituições, como o Regimento de Apoio Militar de Emergência (RAME), a PSP ou a Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Abrantes.

 


Sobre o cartaz agora apresentado, Manuel Jorge Valamatos, considerou ter “um cartaz muito simpático, competitivo e arrojado dentro do investimento dos últimos anos.” E quando questionado sobre o orçamento das Festas disse ser da mesma ordem do ano passado. Mas disse que o envolvimento financeiro não apenas na contração de artistas. Há toda uma componente logística que envolve dezenas de trabalhadores de diversas divisões do município.

 

Quanto à apresentação das Festas muito mais cedo do que o habitual explicou da seguinte forma: “Estamos a fazer a apresentação por causa das Eleições Europeias (9 de junho) e há restrições nas divulgações. Por isso foi feita a antecipação.”

Há um dia em que o palco principal vai ser invadido por marchas populares. Este ano são 10 marchas de outras tantas associações do concelho. E foi também aprovado na reunião do executivo municipal desta sexta-feira a atribuição de um apoio financeiro de 1.500 euros a cada uma destas marchas.

Sobre a participação das associações o autarca de Abrantes destacou o trabalho que é feito por elas. “Temos 186 associações no concelho, umas mais fortes e outras mais fracas, mas temos um tecido associativo fortíssimo.” Para além das tasquinhas onde algumas associações encontram espaço para garantir encaixe financeiro, há os bares da Esplanada 1.º de Maio e do Aquapolis sul. Mas há associações que estão envolvidas também na programação cultural e desportiva.

 

As Festas de Abrantes voltam a ser um Ecoevento. Manuel Jorge Valamatos não quantificou a poupança com a utilização dos copos reutilizáveis ou as quantidades de resíduos que se evitam. No entanto, vincou a importância da normalização destas práticas. “Estamos a fazer o que devemos fazer. Temos de dar o exemplo.”

E depois referiu o trabalho de muitas pessoas que andam na sombra e que são igualmente fundamentais para o bom funcionamento dos espaços das Festas. Por exemplo, as equipas das juntas de freguesia (Abrantes e Alferrarede e S. Miguel Rossio) e do município têm um papel fundamental: começam a trabalhar quando a festa está a acabar para limpar toda a cidade. “Somos todos importantes.”

Galeria de Imagens