Pesquisar notícia
quinta,
20 jun 2024
PUB
Sardoal

“Atos” convida população a redescobrir o território através da fotografia

19/04/2023 às 18:04
Partilhar nas redes sociais:
Facebook Twitter

“Olhar e ver o território, descobrir as pessoas que o ocupam, interpretar até o que não se vê e redescobrir o espaço que habitamos”. Este é o desafio do projeto Atos, uma iniciativa do Teatro Nacional D. Maria II e Fundação Calouste Gulbenkian, em parceria com a Companhia de Teatro Amarelo Silvestre, que culmina numa apresentação pública a ter lugar dia 30 de abril, no Centro Cultural Gil Vicente, integrado no programa Odisseia Nacional do TNDM II.

O programa Atos divide-se em três fases: recolha fotográfica, discussão de ideias através das fotografias conseguidas e, finalmente, a apresentação pública, agendada para 30 de abril.

 No primeiro momento deste projeto, que decorreu de 13 a 18 de fevereiro, o fotógrafo Nelson d’Aires, acompanhado de Fernando Giestas, dramaturgo e codirector artístico da Amarelo Silvestre e de um embaixador sardoalense (nascido, criado ou apenas residente) percorreram o concelho de Sardoal para uma intensa recolha fotográfica que, aos olhos de quem não conhece o território, o representa.

Agora, seguem-se o segundo e terceiro momentos, com a discussão do resultado final, em estilo de Assembleia, de 25 a 29 de abril, sendo que no dia 30, domingo, culminam os trabalhos com uma apresentação pública e aberta a toda a população.

A iniciativa terá lugar no Centro Cultural Gil Vicente, às 16h00, e os autores do projeto Atos apelam à participação de todos, no sentido de, em comunidade, se pensar e redescobrir o território.

O programa Atos é um projeto de participação e um dos principais eixos da Odisseia Nacional, uma iniciativa de programação para 2023 que pretende colocar o TNDM II em todo o país, além de Lisboa, em parceria com a Fundação Calouste Gulbenkian.