Pesquisar notícia
quinta,
06 out 2022
PUB
Concelhos

ALTERNATIVAcom apresentou propostas para poderem ser introduzidas no Plano de Atividades de 2023 (C/ÁUDIO)

9/09/2022 às 09:56
Partilhar nas redes sociais:
Facebook Twitter

O movimento ALTERNATIVAcom apresentou na última reunião do executivo municipal de Abrantes, realizado esta semana um documento dividido em 11 áreas estratégicas e com várias medidas em cada uma dessas áreas. Trata-se do contributo do movimento para as Grandes Opções do Plano 2023 que está a ser elaborado nesta altura pelo Município.

Vasco Damas, vereador do ALTERNATIVAcom apresentou verbalmente estes contributos que apontam caminhos que o movimento defende para o concelho de Abrantes. O vereador indicou que o mesmo foi entregue no limite do prazo que tinha sido atribuído pelo presidente da Câmara Municipal de Abrantes, mas Manuel Jorge Valamatos referiu que não há prazos legais nesta matéria.

Vasco Damas referiu, na sua intervenção, que há algumas preocupações que são partilhadas com o vereador eleito pelo PSD, Vítor Moura, e que têm a ver com o desenvolvimento das zonas industriais do concelho de Abrantes, nomeadamente na criação e instalação de empresas que são a base para o crescimento do concelho e para a, tão necessária, fixação de população.

Vasco Damas vincou a necessidade de se “investir na modernização e funcionalidade dos Parques Industriais de Abrantes, Pego e Tramagal”, assim como se deve dinamizar o empreendedorismo em Abrantes (com destaque para o jovem e feminino), atender à promoção do “intercâmbio interno e externo, a criação e o empreendedorismo artístico-cultural” e fazer o aproveitamento máximo do potencial económico, social e cultural da Rota Turística da N.º 2. Deixam ainda a ideia de realizar anualmente um Fórum Empresarial e uma Feira de Atividades Económicas.

Uma segunda grande área aponta ao alargamento das Áreas de Reabilitação Urbana (ARU) aos núcleos urbanos de mais freguesias do concelho e, no âmbito da Estratégia Local de Habitação, melhorar o estado do edificado particularmente degradado. O ALTERNATIVAcom aponta ainda à necessidade de serem tomadas medidas que viabilizem, simplifiquem e incentivem a construção de habitação própria.

Já na área social e de saúde Vasco Damas defende a contração de enfermeiros comunitários ou de saúde familiar para, em regime de prestação de serviços, compensar em alguma medida as falhas do SNS para além da distribuição de equipas de enfermagem potenciando o uso da Carrinha do Cidadão.

O movimento independente defende também o alargamento a atribuição do Cartão Sénior a todos os cidadãos com idade igual ou superior a 65 anos.

Vasco Damas indicou ainda a necessidade de melhorar a circulação pedonável e ciclável nas Barreiras do Tejo, tornar visitável a Torre de Telecomunicações e criar uma Rota dos Miradouros do Concelho de Abrantes.

Vasco Damas apontou ainda a necessidade de dotar um conjunto de aldeias do concelho com amenidades de verão (espaços e equipamentos públicos que permitam às pessoas refrescar-se, descansar, conviver e entreter-se).

Pretende ainda que o Município reforce o apoio à imprensa local, nos termos e limites permitidos pela lei e de acordo com as possibilidades e interesses do município e a criar mecanismos que levem ao aumento da literacia e o reforço da cidadania digital.

Outro contributo defende que devem ser iniciadas ações concretas de projeto e instalação de saneamento básico (rede de esgotos) nas aldeias já identificadas como prioritárias para além da apresentação de um plano de investimentos de médio-longo prazo para alargar a rede de saneamento básico.

Vasco Damas propõe ainda a celebração dos 90 anos do Mercado Municipal de Abrantes, em 01/01/2023 e a intervenção urgente na conservação ligeira do edifício histórico e berço do Mercado Municipal de Abrantes para além de querer a suspensão imediata de todos os processos e investimentos relacionados com a demolição deste edifício, acrescentando a proposta para que o mercado retorne a este edifício.

Defende ainda manutenção e requalificação das antigas Escolas Primárias das Mouriscas e da Arrifana, do Ecomuseu de Martinchel.

Vasco Damas, nestas propostas do ALTERNATIVAcom, indica ainda a necessidade de avaliação da qualidade e satisfação com a gestão municipal.

 

O presidente da Câmara Municipal de Abrantes, Manuel Jorge Valamatos, indicou que receber contributos para as grandes opções do plano não implica desvios naquilo que foram as propostas do partido Socialista sufragadas pelos eleitores em 2021.

Manuel Jorge Valamatos repetiu que os abrantinos deram uma maioria ao PS e que esperam que seja a equipa do PS a fazer o orçamento e a aplicar o seu programa eleitoral.

O presidente da Câmara referiu ainda que nunca houve limites de tempo para apresentação de contributos, que olha com respeito para as propostas e contributos, mas deixou claro que tem a legitimidade de aplicar o programa eleitoral que ganhou as eleições autárquicas.

Deixou ainda a posição de que pode aproveitar e validar algumas das propostas apresentadas pelos vereadores da oposição, mas sempre que se enquadrem naquilo que são os grandes objetivos de quem ganhou as eleições em setembro de 2021.

 

O presidente vincou que os vereadores da oposição podem dar opiniões e contributos em qualquer altura e que o orçamento ou o plano de atividades são o fio condutor das políticas que preconizam. E no seguimento desta posição voltou a repetir que os abrantinos esperam que o PS governe o Município com as propostas que apresentou antes das eleições.

Vasco Damas indicou que iria entregar o documento completo para que fosse anexado à ata desta reunião do executivo municipal de Abrantes.