Pesquisar notícia
segunda,
06 dez 2021
PUB
Concelhos

Abrantes: Religiosidade foi tema de encontro

14/01/2017 às 00:00
Partilhar nas redes sociais:
Facebook Twitter
Luis Filipe Dias, vereador na CMA e Francisco Valente
 
“Religiosidade em Abrantes” é o título de uma exposição documental patente no Arquivo Municipal Eduardo Campos. E foi o tema para um encontro que teve lugar na passada sexta-feira, nas instalações do mesmo Arquivo. Como convidado, esteve o Padre Francisco Valente, pároco de Mouriscas, Alcaravela e Santiago de Montalegre e ainda presidente da Comissão Diocesana para os Bens Culturais da Igreja, além de estudioso do património religioso da nossa região e de toda a Diocese de Portalegre e Castelo Branco.
Foi-lhe pedido que abordasse “a importância que a religiosidade teve e tem na nossa vida quotidiana”. O padre Francisco Valente começou por considerar o título da exposição demasiado alargado para os documentos que exibe. Depois, face aos múltiplos caminhos que a sua exposição podia tomar e considerando o material patente na exposição, optou por falar sobre a importância que as confrarias ou irmandades, dos diversos tipos, tiveram na vida dos portugueses desde o início da nacionalidade – portanto também em Abrantes. Mostrou como as suas origens são remotas, a sua influência foi crescendo e acompanhando os desafios dos diversos tempos e como acabaram por definhar e quase morrer sob os impactos de três grandes momentos: a revolução liberal no século XIX, depois a primeira República e finalmente o 25 de Abril, quando a organização social transitou da órbita da Igreja para a sociedade civil. Hoje, restam apenas alguns vestígios, em especial ligados às cerimónias dos Passos.
Depois da sua intervenção, ocorreu uma animada troca de impressões entre os presentes.
E, no final, ficou a saber-se que a exposição dos “ex-votos”, mais de uma centena, da Diocese de Portalegre e Castelo Branco, que anda a percorrer o país, será inaugurada em Abrantes no dia 7 de Abril, na igreja de Santa Maria do Castelo. Foi ainda anunciado que o Arquivo Municipal prepara, para o presente ano civil, mais três exposições: Montepio e Mutualismo,    igreja de Santa Maria do Castelo    e a Administração do Concelho. Prevê-se que estas exposições dêem lugar a outras sessões do tipo da que agora ocorreu.
 
Alves Jana
 Crédito:DR