Pesquisar notícia
quinta,
22 fev 2024
PUB
Ciência

Zita Martins é o primeiro nome português a liderar grupo de trabalho da Agência Espacial Europeia

12/11/2023 às 12:01
Partilhar nas redes sociais:
Facebook Twitter

Zita Martins, professora do Instituto Superior Técnico e investigadora do Centro de Química Estrutural (CQE), vai presidir o grupo de trabalho da Agência Espacial Europeia (ESA, na sigla inglesa) que dá aconselhamento sobre a ciência e exploração do Sistema Solar, o Solar System Exploration Working Group (SSEWG). Trata-se da primeira vez que uma personalidade portuguesa ocupa o cargo de presidente do SSEWG, função que irá exercer a partir de janeiro de 2024 e durante esse triénio. No mesmo período, a par de presidir o SSEWG, a investigadora será também membro do Space Science Advisory Committee (SSAC), órgão da ESA perante o qual responderá.

“É uma honra enorme para mim, por ver o meu trabalho na minha área reconhecido, e é ótimo para o Técnico e para Portugal”, comentou a cientista doutorada em Astrobiologia, ramo onde trabalha há mais de 20 anos. “Nestas reuniões e grupos de trabalho vai-se discutir o futuro das ciências planetárias e das ciências no nosso sistema solar”, prossegue, reconhecendo que “vão ser alguns anos de bastante trabalho”. No entanto, a investigadora considera que “vai ser muito interessante ver ‘o outro lado’ também, porque a ciência não é só especificamente estar fechada num laboratório”.

A ESA conta atualmente com grupos de trabalho que discutem tópicos como futuras missões de exploração a luas geladas. Europa (Júpiter), Encélado (Saturno) ou Titã (Saturno) são algumas das hipóteses. A cientista prevê que, nas próximas décadas, seja feito o respetivo planeamento. Para si, “ver algumas dessas missões serem lançadas” nos próximos vinte anos “seria uma alegria enorme”.

Nota Biográfica:

Zita Martins é professora do Instituto Superior Técnico e investigadora no Centro de Química Estrutural (CQE).

Doutorada em Astrobiologia pela Universidade de Leiden (Países Baixos), a sua investigação incide principalmente sobre a presença de compostos orgânicos em meteoritos e cometas, procurando explicações para a origem da vida na Terra. Ao longo de mais de 20 anos de carreira científica, participou em vários projetos internacionais de investigação, incluindo participações em missões das agências espaciais europeia, ESA, norte-americana, NASA, e japonesa, JAXA. Foi Royal Society University Research Fellow no Imperial College London (Reino Unido) até 2017. Em 2015, foi nomeada Oficial da Ordem Militar de Sant'Iago da Espada por “méritos excecionais na ciência”. É, desde 2021, Consultora do Presidente da República para a área de Ciência, Inovação e Transição Digital.

Instituto Superior Técnico

Palavras chave:
Ciência API ESA;