Pesquisar notícia
quarta,
29 mai 2024
PUB
Sociedade

VN da Barquinha: Feira Empre estimula o empreendedorismo junto dos mais jovens

6/06/2017 às 00:00
Partilhar nas redes sociais:
Facebook Twitter
Feira Empre no Barquinha Parque

O Tagusvalley, o Município de Vila Nova da Barquinha e a Comunidade Intermunicipal do Médio Tejo promoveram hoje a IX Feira EMPRE - Empresários na Escola, inserida no projeto Médio Tejo - Vive o Empreendedorismo.

A feira teve como principal objetivo a mostra e venda de trabalhos realizados pelos alunos ao longo da implementação do projeto, sendo que a mesma decorreu durante toda a tarde no Parque Ribeirinho. Em paralelo, o auditório municipal recebeu o workshop "Do problema à solução".

“O Empre é um projeto que o TAGUS VALLEY tem vindo a dinamizar desde 2008, no Médio Tejo. Está agora numa nova edição. Temos escolas de toda a região, com o resultado final dos projetos que desenvolveram neste último período escolar. O objetivo que lhes foi feito foi ter uma ideia, transformá-la numa realidade e depois vir comunicar essa ideia aqui nesta feira e tirar o melhor proveito dessa comunicação”, explicou Homero Cardoso do TAGUS VALLEY.

Sobre o workshop "Do problema à solução", Homero Cardoso adiantou que a sessão começou com o professor Sílvio Brito que falou sobre a importância de “Ter uma ideia e trazê-la à realidade”.

“O workshop teve duas partes, uma parte teve a ver com esta componente da criatividade e como é que podemos estimulá-la”. De seguida, “Ana Paula Remédios, da CIMT, apresentou um ou dois problemas que o território reconhece e procura soluções. Lançou o desfio a quem esta na assistência para trabalhar de acordo com um determinado processo. Uma ideia que se oriente para uma solução, para esses problemas que estão a ser identificados”, acrescentou Homero.

Sobre a participação do TAGUS VALLEY no projeto Empre, Homero Cardoso explicou que a entidade “trabalha uma área muito específica, dentro das suas áreas de negócio, que é o empreendedorismo de base tecnológica. Que é o ser capaz de identificar oportunidades, desenvolver a inovação e para isso precisamos de pessoas que mostrem essa disponibilidade. Pessoas que tenham a capacidade de identificar uma necessidade, problema ou oportunidade. Ter uma ideia e arriscar nessa ideia e nada melhor do que começar com os mais novos”.

Ana Paula Remédios da CIMT e Fernando Freire, presidente da CM de Vila Nova da Barquinha

O workshop contou ainda com a presença de Fernando Freire, presidente da CM de Vila Nova da Barquinha, que destacou a sinergia que existe entre a escola, a Comunidade Intermunicipal do Médio Tejo, as Câmaras Municipais e os professores: “Sem eles nós não podíamos ir mais além”, reforçou.

“É fundamental para vocês como jovens criarem ideias, criarem pensamentos às vezes arriscados e se não os fomentarmos, não os colocarmos no terreno eles nunca passarão de sonhos”, aludiu o autarca perante uma plateia composta essencialmente por alunos.

“Todas as decisões têm que ser ponderadas, têm de ter algumas balizas. Podemos ter muitas ideias, mas precisamos que alguém diga - não vás por aí, que vais pelo caminho errado. A ideia é boa, mas o caminho é este – Portanto, o desafio fica feito estamos aqui para acolher as vossas ideias”, salientou o presidente.