Pesquisar notícia
quinta,
18 ago 2022
PUB
Sociedade

Uma centena de concelhos de 11 distritos mantêm-se em perigo máximo

26/07/2022 às 08:53
Partilhar nas redes sociais:
Facebook Twitter

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) mantém hoje, pelo segundo dia consecutivo, cerca de uma centena de concelhos de 11 distritos de Portugal continental em perigo máximo de incêndio rural.

Em perigo máximo estão cerca de uma centena de concelhos dos distritos de distritos de Faro, Beja, Portalegre, Castelo Branco, Santarém, Leiria, Guarda, Coimbra, Viseu, Vila Real e Bragança.

Abrantes, Alcanena, Barquinha, Chamusca, Constância, Ferreira do Zêzere, Mação, Tomar e Sardoal, no disstrito de Santarém, estão em risco máximo assim como Vila de Rei, Sertã, Proença-a-Nova, Oleiros e Vila Velha de Ródão, no distrito de Castelo Branco, e Gavião e Nisa, no distrito de Portalegre.

O IPMA colocou também vários concelhos de todos os distritos de Portugal continental em perigo máximo, muito elevado e elevado de incêndio rural.

O distrito de Faro vai estar sob aviso amarelo até às 18:00 de hoje devido à persistência de valores elevados da temperatura máxima.

De acordo com o IPMA, o perigo de incêndio rural vai manter-se elevado em algumas regiões do continente, mas vai diminuindo até sábado.

O perigo de incêndio, determinado pelo IPMA, tem cinco níveis, que vão de reduzido a máximo e os cálculos são obtidos a partir da temperatura do ar, humidade relativa, velocidade do vento e quantidade de precipitação nas últimas 24 horas.

O IPMA prevê para hoje em Portugal continental céu pouco nublado ou limpo, vento por vezes forte na faixa costeira ocidental, no barlavento algarvio e nas terras altas e pequena subida da temperatura mínima no Norte e Centro e descida da máxima.

As temperaturas mínimas vão oscilar entre os 16 graus celsius (em Viana do Castelo, Braga, Porto, Guarda e Coimbra) e os 23 (em Faro) e as máximas entre os 25 (em Viana do Castelo, Porto e Aveiro) e os 37 (em Évora).

C/ Lusa