Pesquisar notícia
sexta,
20 mai 2022
PUB
Sociedade

Comissão de Coordenação do Centro assinala 50 anos com lançamento de livro

7/05/2022 às 17:00
Partilhar nas redes sociais:
Facebook Twitter

A Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro (CCDRC) assinalou ontem meio século de existência com o lançamento de um livro, que faz a retrospetiva das últimas cinco décadas e lança uma perspetiva sobre o futuro.

O livro “Região Centro: 50 anos de Planeamento e Desenvolvimento Regional” foi apresentado ao final do dia de ontem, nas instalações da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro (CCDRC), em Coimbra.

Esta é “uma homenagem a todos os que construíram durante 50 anos a CCDRC, uma homenagem aos que tiveram a visão avançadíssima para a época (1971) e a iniciativa de a criar, aos que, ao longo dos anos a dirigiram, aos que nela trabalharam e trabalham, aos que foram os seus parceiros. No fundo, uma homenagem a toda a região Centro que é a grande causa da existência da CCDRC”, disse a presidente daquela instituição, Isabel Damasceno.

O livro aborda também o futuro da Região Centro através de artigos de opinião dos ex-presidentes.

“Completaram-se 50 anos em tempos muito difíceis. Estávamos em plena pandemia, foi extraordinária a capacidade de adaptação à realidade e a forma como fomos conseguindo dar reposta em circunstâncias tão especiais”, acrescentou.

De acordo com o coordenador do livro, João Rebelo, para além da homenagem, o livro “constitui uma síntese da atividade desenvolvida e de como a Região Centro evoluiu”.

Trata-se de “um registo técnico da região, das vivências acumuladas, conscientes de que este percurso e opções ajudarão a perspetivar o futuro”, frisou.

A ocasião contou com a presença do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, que sublinhou que não foi por acaso que a CCDRC foi a primeira a publicar um livro.

“Mostra como aqui, na Região Centro, houve um trabalho na CCDR permanente ao longo de décadas, em colaboração com os presidentes de câmara e presidentes de juntas de freguesia, em colaboração com a sociedade civil, em colaboração com a universidade e os politécnicos e que deu frutos”, apontou.

Já a ministra da Coesão Territorial, Ana Abrunhosa, que já foi presidente da CCDRC, considerou que João Rebelo teve “a espinhosa missão” de compactar num só livro meio século de “um esforço continuo e permanente” de planeamento da região centro, bem como “a responsabilidade de não esquecer ninguém”.

“Vale a pena ler o livro, aprendemos muito a ler o livro, sobretudo lições para o futuro, como aliás nos deixou nas suas últimas notas de como fazer bem para o futuro e como evitar erros, certamente com boas intenções, que ao longo do tempo poderíamos ter feito melhor: que isso nos sirva de lição”, concluiu.

O livro “Região Centro: 50 anos de Planeamento e Desenvolvimento Regional”, organizado em cinco capítulos, ultrapassa as 200 páginas.

Lusa