Pesquisar notícia
domingo,
21 abr 2024
PUB
25 Abril/50 Anos

Santarém celebra meio século de liberdade com programação dedicada a Salgueiro Maia

16/02/2024 às 09:56
Partilhar nas redes sociais:
Facebook Twitter
DR

O programa das comemorações deste ano do 25 de Abril da Câmara de Santarém pretende não só celebrar os 50 anos da democracia, mas também a memória e os feitos do capitão Salgueiro Maia, revelou hoje o município.

O programa, apresentado pela autarquia e pela Comissão das Comemorações Populares do 25 de Abril em Santarém, inclui concertos, espetáculos solidários, exposições, cinema, teatro, encontro de coros, atividades para o público infantil, além de outras propostas culturais.

O vereador com o pelouro da Cultura, Nuno Domingos, explicou à Lusa que as celebrações “são fundamentais para promover a ideia de liberdade e fraternidade”, numa altura “em que as democracias estão a perder força para as ditaduras à escala global”.

A programação, apresentada hoje na porta de armas na antiga Escola Prática de Cavalaria (EPC), começou a ser pensada, segundo o autarca, há cinco anos.

Deste então, a autarquia, juntamente com a sociedade civil e uma série de outras associações, reuniram esforços com o objetivo de criar uma programação que celebre não só “a liberdade e a ideia de democracia”, mas também a memória de Salgueiro Maia, “rosto maior da Revolução dos Cravos”.

De acordo com o vereador Nuno Domingos, a autarquia definiu como objetivo “criar uma programação onde todas as pessoas se possam rever” e promover a “capacidade de respeitar a opinião dos outros”, num conjunto de iniciativas direcionadas e pensadas “para toda a população e para toda a comunidade”.

Numa programação repleta de espetáculos que invocam a memória e os valores do 25 de Abril, o vereador Nuno Domingos destacou, “pela sua carga simbólica”, a recriação do percurso feito pela coluna militar de Salgueiro Maia, na madrugada de 24 para 25 de abril.

No dia 27, será recriado o regresso da coluna militar, às 11:00, no Largo do Município.

O autarca salientou ainda a realização do espetáculo comunitário “Esta é a madrugada que eu esperava”, encenado a partir de um texto de Joaquim Correia Bernardo, um dos capitães envolvidos na revolução.

O espetáculo reconstitui “o que aconteceu na Escola Prática de Cavalaria de Santarém antes da saída da coluna de viaturas que conduziu os Capitães de Abril a Lisboa.”

Outro dos pontos altos da programação estará a cargo do grupo Sérgio Godinho & Os Assessores que vai apresentar ao vivo o espetáculo “Liberdade25”, no dia 13 de abril, às 21:30, na EPC.

Na apresentação da programação, o presidente da Câmara de Santarém, Ricardo Gonçalves, salientou a importância destas celebrações numa altura “muita agitada na vida de todos” e agradeceu à sociedade civil, que aceitou o desafio da autarquia de organizar um programa “repleto de grandes comemorações”.

A comissária-executiva da Comissão Comemorativa dos 50 anos do 25 de Abril, Maria Inácia Rezola, também presente na apresentação, destacou o dinamismo das celebrações, considerando que “o entusiasmo de homens como Salgueiro Maia” são um exemplo “para a câmara, para as associações e para as escolas”.

As comemorações arrancam oficialmente em 03 abril, dia em que se assinala 32 anos da morte de Salgueiro Maia.

Lusa