Pesquisar notícia
quarta,
21 fev 2024
PUB
Médio Tejo

Mais 21,3% de cirurgias e 123 partos realizados nas unidades de saúde do Médio Tejo em 2023

22/01/2024 às 14:32
Partilhar nas redes sociais:
Facebook Twitter

Os serviços de saúde do Médio Tejo realizaram mais 21,3% de cirurgias e mais 123 partos (+18%) em 2023 face a 2022, segundo um balanço hoje revelado pela Unidade Local de Saúde (ULS Médio Tejo).

Segundo os indicadores revelados pela ULS Médio Tejo, em 2023 foram realizadas nesta unidade 3.287 cirurgias convencionais (que envolvem internamento dos utentes), mais 21,3% do que em 2022, enquanto as cirurgias de ambulatório realizadas nos hospitais desta região aumentaram 4%.

Na maternidade de Abrantes verificou-se um recorde de nascimentos, “apesar de ter desenvolvido a sua atividade em esquema de funcionamento alternado até ao início de junho”, destacou a ULS.

Nasceram 811 bebés na maternidade da Unidade Hospitalar de Abrantes, o que representa mais 123 crianças do que em 2022, ou seja, um crescimento de 18%.

Ainda segundo os dados revelados, ao todo foram realizados nesta unidade 154.358 episódios de urgência (valor sensivelmente idêntico ao de 2022, com mais 221 episódios).

A pressão verificou-se sobretudo na urgência médico-cirúrgica do Hospital de Abrantes, que fechou o ano com cerca de 51 mil episódios de urgência atendidos (mais 2.311 atendimentos do que no ano transato e um crescimento percentual de 5%), e na Urgência Básica de Torres Novas, onde houve também mais um milhar de atendimentos em 2023 face a 2022, um acréscimo assistencial de 3%.

A Urgência Pediátrica de Torres Novas teve uma quebra assistencial de 9%, registando no acumulado menos 3.251 episódios de urgência, o que a ULS justificou com “constrangimentos sentidos a partir do segundo semestre, devido a duas licenças de parentalidade”.

Apesar do fecho quinzenal aos fins de semana durante os cinco primeiros meses do ano, o Serviço de Urgência de Ginecologia-Obstetrícia do Hospital de Abrantes assistiu mais 23% de utentes face a 2022, num total global do ano de 4.822 episódios de urgência - mais 899 episódios de urgência.

EM 2023 houve ainda 1.302 doentes internados nas enfermarias dos três hospitais da ULS Médio Tejo, num acumulado de 17.615 utentes (crescimento de 8%).

Em 2023 foram realizados mais 28.441 exames face ao ano anterior, o internamento em casa (internamento em hospitalização domiciliária) cresceu 38% e as consultas prestadas ao domicílio aumentaram 9% nesta ULS.

A ULS Médio Tejo, criada no âmbito da reorganização dos serviços de saúde em 01 de janeiro, é constituída pelo Hospital Dr. Manoel Constâncio (Abrantes), Hospital Nossa Senhora da Graça (Tomar) e Hospital Rainha Santa Isabel (Torres Novas), além de 35 Unidades Funcionais de Cuidados de Saúde Primários, dando resposta direta a cerca de 170 mil utentes dos concelhos de Abrantes, Alcanena, Constância, Entroncamento, Ferreira do Zêzere, Mação, Sardoal, Tomar, Torres Novas, Vila Nova da Barquinha e Vila de Rei.

Lusa