Pesquisar notícia
terça,
27 set 2022
PUB
Região

Centro Hospitalar com mais 35% atendimentos de urgência até final de agosto

12/09/2022 às 18:30
Partilhar nas redes sociais:
Facebook Twitter

O Centro Hospitalar do Médio Tejo (CHMT) respondeu a 99.306 episódios de urgência nos oito primeiros meses do ano, um crescimento de 35% face ao mesmo período de 2021, tendo aumentado, igualmente, as cirurgias programadas, as consultas e os exames.

Em comunicado, o CHMT, que integra as unidades de Torres Novas, Abrantes e Tomar, afirma que, além do atendimento nas urgências (com mais 25.501 episódios que no período homólogo anterior e mais 1% que em 2019), foram realizadas, até 31 de agosto, mais 30% de cirurgias programadas (num total de 5.995), sendo que as cirurgias urgentes cresceram 13%.

Nos primeiros oito meses do ano foram realizadas mais 8.097 consultas, num total de 117.717, tendo sido dada resposta a mais 15% de primeiras consultas, a que se junta “um reforço recorde na realização de exames e meios complementares de diagnóstico”, com um total de 1.764.530 exames, um valor 14% acima dos indicadores pré-pandemia, em 2019, salienta.

Segundo o CHMT, a covid-19 “manteve-se muito presente nas três unidades hospitalares” que o integram, tendo, no acumulado dos oito meses, passado pelo internamento dedicado a esta doença 1.142 utentes, “dos quais 6,5% precisaram de cuidados de saúde altamente diferenciados prestados na Unidade de Cuidados Intensivos da instituição”.

“O tempo médio de internamento em enfermaria foi de 17,7 dias e há a lamentar o falecimento de 254 doentes, dois terços dos quais nas faixas etárias entre os 80 e os 99 anos”, acrescenta.