Pesquisar notícia
domingo,
21 abr 2024
PUB
Chamusca

Autarquia inaugura novo centro de saúde com investimento de 2 milhões de euros

27/03/2024 às 10:35
Partilhar nas redes sociais:
Facebook Twitter
Créditos: Mais Ribatejo

O novo Centro de Saúde da Chamusca, no distrito de Santarém, um investimento de 2 milhões de euros (ME), foi hoje inaugurado para dar melhores condições a 8.000 utentes e aos profissionais de saúde.

"O antigo centro de saúde não tinha condições, quer para os profissionais, quer para os utentes, e há mais de 20 anos que estava identificada esta necessidade de construir uma nova unidade de saúde", justificou o presidente da Câmara Municipal da Chamusca, Paulo Queimado (PS) à agência Lusa.

A construção deste edifício, que começou a ser pensado de forma mais detalhada em 2018, foi pautada por algumas dificuldades" desde a negociação entre o município e a administração regional da Saúde (ARS)", passando pela pandemia e pela guerra, que, segundo Paulo Queimado, “atrasaram ainda mais o processo".

Com a inauguração da unidade, o presidente da autarquia espera "atrair mais médicos", que possam olhar para este novo centro de saúde "como uma oportunidade" de exercerem a sua profissão, num território marcado pelo "envelhecimento da população" e onde "70% dos utentes não possui médico de família".

Para Paulo Queimado, esta unidade marca não só "um culminar de um sonho", mas também um "início de uma nova era na prestação de cuidados de saúde primários da Chamusca", referindo que este novo edifício vai contribuir para criar "uma nova dinâmica de trabalho na área da saúde", com “mais articulação e com mais sinergias".

O novo edifício possui duas salas de tratamento, dois gabinetes de enfermagem, quatro gabinetes médicos, gabinete de saúde oral, gabinete polivalente e outros gabinetes de trabalho. 

Além disso, foi pensado de forma "muito ambiciosa", tendo sido dotado com um terraço, "que permite observar a paisagem" e pequenas ilhas de jardim interior que oferecem iluminação natural, "minimizando assim o impacto carbónico, ambiental, bem como os custos de energia", indicou o autarca.

No total, foram investidos 2 ME, dos quais 1,8 ME foram financiados pela Administração Regional da Saúde (ARS) e 200 mil euros comparticipados pelo município da Chamusca, que também cedeu o terreno e o projeto técnico da obra. 

A inauguração contou também com presença do ministro da Saúde, Manuel Pizarro, e da presidente do conselho de administração da Unidade Local de Saúde Lezíria do Tejo, Tatiana Silvestre. 

De acordo com Manuel Pizarro, "Chamusca fica muito bem servida, com um equipamento moderno e confortável", referindo que a concretização do projeto, "que foi muito atribulado", deve-se à "persistência da Câmara". 

Lusa