Pesquisar notícia
quarta,
08 dez 2021
PUB
Política

Constância: André Pereira reeleito na liderança da Juventude Socialista

8/11/2021 às 15:40
Partilhar nas redes sociais:
Facebook Twitter

André Pereira renovou o mandato à frente da JS de Constância que teve eleições no último sábado, dia 6 de novembro. André Pereira concorreu ao secretariado concelhio numa lista que integra ainda Inês Amaro, Rafaela Nunes, Francisco Morais e Cristiana Ferreira.

Para a mesa da assembleia concelhia Ana Filipa Fernandes é a presidente que tem aos seu lado João Milagaia e Mariana Alves.

As listas foram eleitas com 70% dos votos dos jovens socialistas de Constância, num ato que aconteceu no sábado entre as 9 e as 13 horas.

À Antena Livre André Pereira explicou os motivos que o levaram a avançar com uma recandidatura à liderança desta estrutura concelhia que tem cerca de dois anos de existência.

Manifestando que desde muito sempre se começou a identificar com os valores, causas e princípios que o partido Socialista defende, pelo que desde muito cedo começou a percorrer “um itinerário que conhecia e sem derrapagens ideológicas”, tanto que, desde 2005, por razões familiares, acompanha muito de perto toda a vida do partido Socialista, nomeadamente do partido Socialista de Constância.

André Pereira disse que tem, sendo um jovem, pelo caminho já percorrido todas as condições para ter sido candidato e agora presidente da concelhia de Constância.

O reeleito presidente da JS constanciense destacou que a proposta da lista que encabeçou pretende apontar ao futuro pela positiva e pretender “configurar um polo ativo de transformação no concelho de Constância”.

Em termos de projetos de futuro, o líder da JS de Constância afirmou ter como objetivo a construção de um projeto progressista para os jovens do concelho “fomentado, na organização e representatividade política, a união, a tolerância democrática, o pluralismo das ideias e o debate livre para enfrentar os desafios do futuro”.

Por outro lado adiantou ainda que quer trazer mais jovens para a política, numa altura em que os níveis de afastamento destes é já preocupante.
André Pereira revelou ainda que esta estrutura esteve desativada entre 2009 e 2019 e que uma das preocupações é captar mais jovens porque “tivemos muitos que deixaram de poder pertencer à jota por limite de idade”. Por isso, destacou, é preciso captar mais jovens para a estrutura local.

Quando à relação com a estrutura do Partido Socialista, André Pereira, disse que pretende que seja uma relação “totalmente profissional, baseada no respeito e nos pilares fundamentais do Partido Socialista como a solidariedade e a liberdade. Podem esperar de nós total motivação e total empenho. Mas sabem que, da nossa parte, vão encontrar uma voz ativa, assertiva, direta e, acima de tudo, frontal.”

 

André Pereira, reeleito presidente da JS de Constância

 Quanto à situação política nacional André Pereira disse que a estrutura concelhia está preparada para enfrentar o desafio das eleições antecipadas agendadas para 30 de janeiro de 2022.

O presidente da Federação Distrital da JS Santarém, Francisco Dinis, deixou a nota que “um grupo de jovens militantes criou, há sensivelmente dois anos, a JS Constância. Em boa hora sucedeu já que veio a mostrar-se decisiva tanto a nível local como distrital. Liderada pelo André Pereira, demonstrou desde cedo uma grande capacidade de reflexão, discussão, mobilização e deu grandes contributos nos vários momentos políticos.”

O presidente da JS distrital revelou ainda que “é com satisfação que constatei a adesão e convicção dos militantes da concelhia em torno da lista candidata apresentada, sinal da vitalidade da estrutura local desta organização e da sua liderança.”

Numa mensagem final Francisco Dinis, agradeceu o trabalho que os dirigentes da concelhia têm feito e mostrou o desejo “que a JS Constância, com a sua ousadia, irreverência, ambição e qualidade, continue a fazer a diferença por muitos anos.”