Pesquisar notícia
quinta,
20 jun 2024
PUB
RITA LEE

Rainha do rock brasileiro, morre aos 75 anos

9/05/2023 às 23:59
Partilhar nas redes sociais:
Facebook Twitter
RITA LEE (DR: Página oficial de Rita Lee no Facebook)

A cantora brasileira Rita Lee, conhecida como a 'rainha do rock' brasileiro, morreu na madrugada de 9 de Abril em São Paulo, aos 75 anos, segundo informações publicadas pela família num breve comunicado nas redes sociais da cantora.

"Comunicamos o falecimento de Rita Lee, em sua residência, em São Paulo, capital, no final da noite de ontem [segunda-feira], cercada de todo o amor de sua família, como sempre desejou", diz o texto divulgado na conta da cantora no Instagram.

Rita Lee tinha sido diagnosticada em 2021 com um cancro no pulmão, mas a causa da morte ainda não foi divulgada.

A cantora fundou a banda Os Mutantes junto com Arnaldo Baptista e Sérgio Dias, grupo que se tornaria um dos ícones do movimento cultural e musical Tropicália ao lado de outros nomes como Caetano Veloso, Gilberto Gil, Gal Costa e Maria Bethânia, e também criou canções numa longa carreira a solo com enorme sucesso, como os clássicos como “Ovelha Negra” e “Agora só falta você”, lançadas no primeiro álbum solo ‘Fruto Proibido’, de 1975.

A ‘rainha do rock’ vendeu mais de 55 milhões de discos, cheios de canções que fazem parte da cultura popular brasileira que, além do rock, transitam em diferentes géneros.

Entre as suas músicas mais famosas estão sucessos como "Mania de Você", "Lança Perfume", "Baila Comigo", "Banho de Espuma", "Desculpe o Auê", "Amor e Sexo", "Reza", "Menino Bonito", "Flagra" ou "Doce Vampiro", que se tornaram temas de novelas.

Polémica, Rita Lee anunciou que o seu espetáculo de despedida aconteceria em Aracaju, no dia 28 de janeiro de 2012, quando afirmou que deixaria de se apresentar em palcos, mas não de fazer música. Terminada a apresentação, ela e o seu marido, Roberto de Carvalho, acabaram presos por desacato à autoridade ao protestarem contra polícias que repreendiam espetadores que estariam fumando marijuana no local.

O Presidente brasileiro, Luiz Inácio Lula da Silva, já lamentou a morte da cantora, através da rede Twitter.

"Rita Lee Jones é um dos maiores e mais geniais nomes da música brasileira. Cantora, compositora, atriz e multiinstrumentista. Uma artista à frente do seu tempo. Julgava inapropriado o título de 'rainha do rock', mas o apelido faz jus à sua trajetória. Rita ajudou a transformar a música brasileira com sua criatividade e ousadia. Não poupava nada nem ninguém com o seu humor e eloquência", afirmou.

"Enfrentou o machismo na vida e na música e inspirou gerações de mulheres no rock e na arte. Jamais será esquecida e deixa na música e em livros seu legado para milhões de fãs no mundo inteiro. Meu abraço fraterno aos filhos Beto, João e Antônio, familiares e amigos. Rita, agora falta você", completou o Presidente brasileiro.

Nas redes sociais, artistas com quem dividiu o palco e que se inspiraram na 'rainha do rock brasileiro' lamentaram a sua morte.

"Comadre Rita, Anibal, cabrinha, caprichosa capricorniana, amiga... Descansa, minha irmã. Amo você. Um abraço fraterno da família Gil nos meninos Roberto, Beto, João e Antonio, nos familiares e amigos e nos fãs, assim como eu", escreveu o cantor Gilberto Gil numa mensagem publicada no Istagram.

“Estou em frangalhos. A Maior nos deixa hoje… que dia triste. Ritinha, te amarei para todo sempre! Meus sentimentos à família, aos amigos. Brilhará eternamente pra mim. Nunca haverá outra Rita Lee. Obrigada por existir!”, escreveu a cantora brasileira Pitty na rede social Twitter.

O velório da cantora, que é um dos ícones da música brasileira, será aberto ao público, no Parque Ibirapuera, em São Paulo, esta quarta-feira.

“De acordo com a vontade de Rita, seu corpo será cremado. A cerimónia será particular. Neste momento de profunda tristeza, a família agradece o carinho e o amor de todos”, concluiu a mensagem da família.

Lusa

Palavras chave:
RITA LEE