Pesquisar notícia
segunda,
04 jul 2022
PUB
Música

Banda que ganhou Eurovisão divulga vídeo gravado no país destruído

16/05/2022 às 09:41
Partilhar nas redes sociais:
Facebook Twitter

O grupo musical ucraniano Kalush Orchestra, que no sábado ganhou o Festival Eurovisão da Canção, divulgou hoje um vídeo com a canção vencedora, "Stefania", gravado em vários lugares do país devastado pela guerra, incluindo em Bucha.

O vídeo, publicado na plataforma Youtube, segue várias mulheres em uniforme, que percorrem o país em ruínas para ajudar meninas a procurar as suas mães, entre carros em chamas, edifícios destruídos pelas bombas, pontos de acolhimento de refugiados e comboios que os levam para lugar seguro.

Em imagens alternadas, o grupo interpreta a sua canção nesses mesmos lugares destruídos, nomeadamente na cidade de Bucha, a cidade próxima da capital onde foram descobertos centenas de cadáveres de civis, muitos com as mãos atadas.

A canção foi escrita a pensar na mãe do líder da banda, Oleh Psiuk, explica o texto que acompanha o vídeo.

“Embora não haja uma só palavra sobre a guerra na canção, muitas pessoas começaram a associá-la com a mãe Ucrânia. Além disso, a sociedade começou a chamar-lhe um hino da nossa guerra”, acrescenta o mesmo texto, que conclui: “Se ‘Stefania’ é o hino da nossa guerra, quero que se converta agora no da nossa vitória”.

A banda Kalush Orchestra venceu no sábado o Festival Eurovisão da Canção, que se realizou na cidade italiana de Turim, com uma canção que foi vista como um hino à mãe pátria e uma denúncia da guerra iniciada em 24 de fevereiro com a invasão russa do país.

Após atuar em Turum, Psiuk pediu "ajuda" para o seu país, assim como para a cidade de Mariupol e a fábrica de Azovstal, onde estão entrincheirados cerca de mil soldados ucranianos.

O Presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, saudou a vitória do seu país na Eurovisão e mostrou-se confiante de que no próximo ano o evento será na Ucrânia.

"No ano que vem, a Ucrânia será a sede da Eurovisão. Faremos todo o possível para receber algum dia os participantes e convidados da Eurovisão numa Mariupol ucraniana. Livres, pacíficos e reconstruídos!", disse Zelensky nos seus canais de comunicação.

Lusa

Palavras chave:
Ucrânia