Pesquisar notícia
sábado,
02 jul 2022
PUB
Educação

Rotary Club e Câmara entregaram bolsas de estudo a alunos do concelho (C/ ÁUDIO E FOTOS)

11/04/2022 às 17:06
Partilhar nas redes sociais:
Facebook Twitter

O Anfiteatro da Escola Secundária Dr. Manuel Fernandes, em Abrantes, foi o local escolhido para a cerimónia de distribuição de diplomas a bolseiros e patrocinadores. Realizou-se este sábado, dia 9 de abril. Levado a cabo pelo Rotary Club de Abrantes, no âmbito do Projeto das Bolsas de Estudo para o Ensino Superior e Secundário, que vem realizando há vários anos, em colaboração com a Fundação Rotária Portuguesa e com o apoio da Câmara Municipal de Abrantes e patrocinadores empresariais e particulares, o projeto já distribui 68 Bolsas a jovens residentes no concelho de Abrantes.

Revelando que “este ano tivemos 17 patrocinadores”, Leal Neto, presidente do Rotary Club de Abrantes, lembrou a importância da educação, que “tem um papel primordial” para um mundo mais justo e sustentável, e “não é só transmissão de conhecimento e técnicas nas disciplinas curriculares” mas deve ter a ver com cidadania para que “amanhã, estes sejam agentes da transformação do meio social, contribuindo para a melhoria do bem comum”.

O presidente da Câmara Municipal de Abrantes agradeceu o trabalho do Clube Rotário no concelho e falou desta parceria do Município com o Rotary que “tem tido resultados extraordinários pela eficácia e pela forma como, regulamentarmente, este plano é organizado”. Manuel Jorge Valamatos falou aos bolseiros e relembrou que “o facto de vos ser atribuída uma bolsa é uma responsabilidade (...) porque há um depositar de confiança em vós”. Disse ainda ter “muita esperança naquilo que são os vossos percursos e acreditamos muito que os consigam fazer de forma exemplar”, referindo-se não só às questões académicas mas às “questões humanas”.

Devolver à comunidade o que a comunidade está a investir, foi a mensagem transmitida pelo presidente da Fundação Rotária Portuguesa, José Rosmaninho. Referindo que a sociedade civil portuguesa “apoia a elevação da juventude em Abrantes”, lembrou também a “responsabilidade de, um dia mais tarde, quando tiverem possibilidades, devolverem à sociedade aquilo que a sociedade vos foi dando”. Referiu ainda que “a juventude de Abrantes sinta que tem por trás dela um conjunto de pessoas (...) que desejam que sejam mais ativos e melhores do que foram os pais deles”.

Jorge Lucas Coelho, da Comissão da Juventude da Fundação Rotária Portuguesa, voltou a lembrar a responsabilidade de uma bolsa Rotary pois “é muito mais do que receber o prémio”. “É passar a integrar uma família que desde 1905 tem um trabalho efetivo junto das comunidades, apoiando fortemente a juventude. Acreditando que a juventude é, efetivamente um motor de mudança. São os agentes de transformação”, disse. Jorge Lucas Coelho pediu depois aos jovens que integrem o movimento rotário, mesmo após a conclusão dos estudos.

Mensagem transmitida também pela presidente do Rotaract, o clube rotário dos jovens abrantinos. Constança Diogo apelou a que os jovens do concelho se juntem ao Clube e aproveitou a oportunidade para divulgar algumas atividades que têm realizado em prol da comunidade onde estão inseridos.

O Rotary Clube de Abrantes homenageou ainda dois jovens, João Galveias e Diogo Maia, estudantes de informática, por terem desenvolvido um programa que ajudou a facilitar o processo da inscrição dos estudantes e da avaliação por parte do Rotary Club de Abrantes.

José Luís Silva, um dos rotários responsável pelo processo de atribuição das Bolsas de Estudo falou que, muitas vezes, a maior das dificuldades é mesmo conseguir chegar ao contacto com os interessados. O processo foi agilizado mas ainda há pontas que irão ser melhoradas, foi garantido. José Luís Silva comunicou ainda que será o próximo presidente do rotary Club de Abrantes.

Por parte dos 17 patrocinadores das Bolsas de Estudo falou Manuel Santos, em representação da Farmácia Santos, que foi mais longe e pediu aos jovens para aproveitarem “bem a ajuda que vos está a ser dada. Progridam com entusiasmo nos vossos estudos mas lembrem-se de duas coisas essenciais que são obrigações que contraem com a vossa cidade e com este Clube: primeiro, banirem todos os cidadãos barões da batalha que quando se lhes pergunta se Abrantes tem algum interesse para visitarem, dizem logo que aquilo não tem nada para ver mas a seguir vão a correr para Lisboa enfiar-se no primeiro supermercado; a segunda mensagem que vos quero dar é que, terminados os vossos estudos, por favor, se tiverem oportunidade, venham investir na vossa cidade e no vosso concelho. Os vossos conhecimentos podem aqui ser desenvolvidos e contribuirem para o enriquecimento do nosso concelho” .

Em representação dos alunos bolseiros falou Ana Sofia Oliveira, aluna do 1.º ano de Mestrado da Licenciatura em Química na Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa. A aluna agradeceu a todos a “oportunidade que nos é dada para que consigamos seguir os nossos sonhos e agradecer a confiança que depositam em nós” e disse esperar que esta iniciativa “se prolongue por muitos e muitos anos”.

Este ano houve 134 inscrições, tendo sido atribuídas 68 bolsas de estudo (14 novas candidaturas e 54 recandidaturas). Deste total, 42 bolsas são apoiadas pelo Município de Abrantes, sendo as restantes apoiadas por patrocinadores e pelo movimento rotário. Estas 42 bolsas de estudo atribuídas a jovens universitários com residência no concelho, representam um apoio anual do Município de 32.500 euros.

Para além do Rotary Club de Abrantes e da Câmara Municipal de Abrantes, são patrocinadores das Bolsas de Estudo as empresas Abrancongelados, Abrancop, Electrificadora Central do Feijó, Empev, Farmácia Ana Maria Santos, Isatel, Jorge Loureiro, Lda, Manuel Morgado, Lda, Ondalux, Pegop, RSA, Sarclínica-Clinica Médica.Lda e Sofalca. A título pessoal são também patrocinadores Ana Maria Santos e Paulo Estrada.

Este apoio social das bolsas de estudo é dirigido aos estudantes residentes no concelho de Abrantes que estejam a frequentar o ensino superior (início ou prosseguimento de estudos) e cujas famílias se encontrem em dificuldade económica. De acordo com o protocolo estabelecido com a Câmara Municipal, compete ao Rotary Clube de Abrantes e à Fundação Rotária Portuguesa e avaliação das candidaturas e a gestão da atribuição das bolsas.

De referir que os alunos a quem são atribuídas as bolsas de estudo têm boas notas e precisam de ter bom aproveitamento ao longo dos anos para manterem este apoio financeiro.

No final, foram distribuídos os diplomas pelos 68 bolseiros e pelos patrocinadores que ajudam o Rotary Club e a Câmara Municipal de Abrantes neste projeto de apoio aos estudantes do Ensino Superior e Secundário do concelho.

A cerimónia de entrega das bolsas de estudo para o ano letivo 2021/2022 terminou com uma palestra intitulada "O Canto do Galo pela Manhã", por José Alves Jana.