Pesquisar notícia
quinta,
06 out 2022
PUB
Cultura

Quinta edição do Manobras arranca a 17 de setembro e inclui duas estreias nacionais

13/09/2022 às 19:16
Partilhar nas redes sociais:
Facebook Twitter

As estreias nacionais dos projetos “Do Outro Lado da Linha” e “Bom Anfitrião” são novidades da “maior edição de sempre” do Manobras, Festival Internacional de Marionetas e Formas Animadas, que decorre de 17 de setembro a 30 de outubro.

A quinta edição do festival organizado pela Artemrede, um projeto de cooperação cultural com 16 anos de atividade ininterrupta que trabalha os territórios através do apoio à criação artística e à programação cultural, apresenta este ano 23 espetáculos em 15 municípios, com um total de 72 apresentações ao público, com destaque para as duas estreias nacionais, cinco oficinas para crianças e uma instalação que vai percorrer três territórios.

Segundo uma nota de imprensa da Artemrede, o projeto “Bom Anfitrião” é uma “coreografia de Filipa Francisco em cocriação com quatro artistas locais (Santarém, Sesimbra, Palmela e Montemor-o-Novo), na exploração da emergência climática e do papel que as artes podem desempenhar no seu questionamento”.

“`Do Outro Lado da Linha´ é um projeto de Cláudia Andrade e Maria João Santos, em que dois `performers´ e uma cabina telefónica nos conduzem por uma experiência espiritual para dar voz e corpo às histórias daqueles que perderam alguém (ou algo) que amam”, acrescenta a Artemrede.

A organização destaca ainda os espetáculos de Cláudia Gaiolas, Marionetas do Porto, Trupe Fandanga, PIA Projetos de Intervenção Artística, Susana Gaspar, Ana Madureira e PédeXumbo, entre outros, numa programação com apresentações em teatros, na rua e em bibliotecas e escolas, com o objetivo de manter “a forte ligação ao património que caracteriza o Manobras”.

A participação internacional na quinta edição do Manobras está a cargo das companhias Il Cantiere (Itália), El Patio Teatro (Espanha) e Tian Gombau-L'Home Dibuixat (Espanha), mas também dos italianos Sara Marasso e Stefano Risso, que a Artemrede diz trazerem “uma performance imersiva que permite ao público experimentar um caminho semi-guiado num palco ao ar livre, através de sinais e sons que encorajam a participação”. O festival conta ainda com os espanhóis Izaskun Fernández, Julián Saenz-López e L'Home Dibuixa.

Para a diretora executiva da Artemrede, Marta Martins, citada na nota de imprensa, “é importante continuar o esforço de apresentar propostas em diversos territórios e com cada vez maior diversidade”.

“Esta edição do festival é uma celebração do teatro e dos territórios, e isso faz mais sentido que nunca, depois de anos difíceis”, acrescenta Marta Martins.

Festival tem 3 espetáculos em Abrantes

O Manobras vai trazer a Abrantes vários espetáculos, começando já este sábado com o teatro “A Viagem”, sessões de 15 a 20 minutos, para um máximo de 9 espetadores por sessão, que irá decorrer entre as 19h30 e 22h30 no ParqueTejo, em Rossio ao Sul do Tejo. Numa sala de teatro itinerante, no interior de uma carrinha Mercedes 206D de 1976, esta sessão intimista de curta duração leva os espetadores numa viagem visual, sonora e sensorial pelo teatro de objetos.

“A Viagem”, espetáculos para todos os públicos, inspira-se no percurso imaginário do pensamento, consciente ou menos consciente, que nos leva a viajar pelos desejos íntimos em determinados momentos do nosso quotidiano. Espetáculo sem palavras, que mistura o teatro visual e o teatro de objetos, apresenta-se como uma viagem sonora, visual e sensorial pelo glamour dos anos 60.

Já no domingo, dia 18 de setembro, o Parque Urbano de São Lourenço, em Abrantes, recebe o espetáculo de teatro “Onirotóptero”, a partir das 11h. Durante 120 minutos decorrerão sessões com a duração de 7 minutos. O espetáculo apresenta-se como “um micro acontecimento de marionetas em miniatura” e dirige-se a maiores de 12 anos.

No fim de semana seguinte, a 24 de setembro, o Parque Urbano de S. Lourenço volta a receber o Festival Manobras com o espetáculo de artes circenses “Chá das Cinco – peça para quatro amigas mais uma que nunca mais chega”. Dirigido a crianças e adultos, este espetáculo tem início marcado para as 16h.

As entradas em todos os espetáculos do Festival Manobras são gratuitas.

A Artemrede integra atualmente 17 municípios - Abrantes, Alcanena, Alcobaça, Almada, Barreiro, Lisboa, Moita, Montemor-o-Novo, Montijo, Oeiras, Palmela, Pombal, Santarém, Sesimbra, Sobral de Monte Agraço, Tomar e Torres Vedras – e a cooperativa Rumo.

C/ Lusa