Pesquisar notícia
sexta,
21 jan 2022
PUB
Cultura

Constância: Concelho prestou homenagem a entidades locais

9/12/2016 às 00:00
Partilhar nas redes sociais:
Facebook Twitter

“Gostar de Constância” voltou a reconhecer instituições do concelho. Uma de cada freguesia, como tem vindo a ser hábito.

Júlia Amorim, a presidente da Câmara Municipal de Constância explicou que “o que nos traz aqui é destacarmos três entidades, cada uma de sua freguesia, que continuam a fazer um trabalho meritório e que merece o nosso reconhecimento”.

A Gala “Gostar de Constância” acontece anualmente, sempre a 7 de dezembro por se tratar de uma data com importância histórica para a comunidade de Constância. A 7 de dezembro de 1836, a rainha D. Maria II satisfez um pedido apresentado pela população, mudando o nome da vila de Punhete, que a vila tinha há séculos, para vila da Constância e Júlia Amorim acrescentou que “para além das belezas naturais, próprias da nossa terra, que temos e nos tornam notáveis, a nossa notabilidade também é feita pela mão dos homens e das mulheres”.

As entidades distinguidas este ano foram a Casa do Povo de Montalvo, a Sociedade Recreativa Portelense e o Agrupamento de Escolas de Constância.

Álvaro Alves, presidente da Direção da Casa do Povo de Montalvo, disse ser “uma grande honra. É um prazer muito grande estar aqui. Este reconhecimento faz-nos ganhar mais força, não desistir e cada vez trabalhar melhor”.

A CP Montalvo tem neste momento 70 crianças na Escola de Futebol de Formação e 23 voluntários, um Grupo de Cantares e uma Secção de Ciclo-Turismo.

Para Graça Silvério, presidente da Sociedade Recreativa Portelense, “é uma homenagem muito grande a que estão a fazer a esta casa com 82 anos de vida, que tem resistido a muitos contratempos mas com a carolice de muitos, a boa-vontade e disponibilidade das pessoas, lá temos levado a água ao nosso moinho”.

Atualmente, o bar da Sociedade Recreativa Portelense é o único espaço na Portela onde as pessoas podem conviver “é o nosso ponto de encontro. Se a Sociedade fecha, ficamos sem nada. É uma terra morta”, afirmou Graça Silvério.

Por parte do Agrupamento de Escolas de Constância, Olga Antunes, a diretora, afirmou que “é muito bom ver reconhecido o trabalho do Agrupamento numa homenagem pública a todos os profissionais que têm passado e os que ainda estão nesta Escola e o esforço dos nossos alunos”.  

“Gostar de Constância” teve o auditório do Centro Ciência Viva cheio e os presentes, para além de ouvir falar acerca do trabalho das três entidades distinguidas, em conversas guiadas por António Matias Coelho, puderam ainda assistir às atuações do Grupo de Cantares da Casa do Povo de Montalvo, das danças medievais e os Moviritmos dos alunos do Agrupamento de Escolas do concelho.