Pesquisar notícia
quinta,
18 ago 2022
PUB
Cultura

"Abre-Antes" mostra trabalhos de Filipa Batista, Romie e Massimo Esposito na Galeria QuARTel (c/áudio e fotos)

2/08/2022 às 11:34
Partilhar nas redes sociais:
Facebook Twitter
Massimo Esposito com Romie (à esquerda) e Filipa Batista (à direita)

Foi inaugurada no último sábado no QuARTel – Galeria Municipal de Arte de Abrantes, a exposição “Abre-Antes” com trabalhos de Filipa Batista, Romie e de Massimo Esposito.

“Abre-Antes” integra o ciclo de exposições/eventos denominado “A Arte por um fio”, que irá decorrer até 7 de janeiro do próximo ano, com curadoria de Massimo Esposito, no QuARTel – Galeria Municipal de Arte, espaço cultural destinado agora a acolher exposições de artistas locais e regionais, com o objetivo de aproximar o público à arte.

A inauguração contou com a apresentação de uma performance da tramagelense Sara Pinheiro que assina os trabalhos artísticos como Romie.

Na inauguração desta exposição o presidente da Câmara de Abrantes, Manuel Jorge Valamatos, destacou o trabalho dos artistas abrantinos, patenteado com este novo espaço, inaugurado a 14 de junho com trabalhos de Massimo Esposito e Juju Bento.

O autarca destacou o trabalho das artistas, mas igualmente da equipa da divisão de cultura do Município. E assinalou depois a intenção de continuar a apostar nas artes performativas junto da comunidade escolar.

Massimo Esposito é o curador, como quem diz, o responsável pelo ciclo de exposições até janeiro que designou de “A arte por um fio”. Tem trabalhos seus numa das salas da galeria e, na apresentação das jovens, revelou que o “objetivo está a ser alcançado”. Referiu depois que estas duas jovens estão longe das suas áreas artísticas, mas que “têm muita qualidade. Tudo que está aqui foram elas que fizeram. Eu só as convidei.”

E depois as duas jovens apresentaram os seus trabalhos, percorrendo os espaços e explicando cada uma das obras apresentadas. Fica a nota que a Filipa e a Sara não se conheciam, mas ao que pode ser observado criaram uma empatia muito forte a montar esta exposição.

À Antena Livre Filipa Batista, natural de Chainça com raízes em Sentieiras apresentou aquilo que o visitante pode apreciar ao visitar a Galeria. A Filipa está a apurar o seu estilo com recurso à reutilização de materiais, apostando na sustentabilidade.

E disse que queria muito expor na sua terra

Filipa Batista

Já Sara Pinheiro, de Tramagal, está no ensino superior nas artes plásticas e aposta em vários segmentos sempre com muita criatividade. Apresentou uma performance a que junta alguns dos seus trabalhos e à Antena Livre explicou o que é que pode ser visto.

E depois explicou que a Romie, nome artístico, é uma espécie de personagem que une as várias Saras

Sara Pinheiro - “Romie”

A exposição estará patente ao público até 8 de outubro, podendo ser visitada de terça-feira a sábado, das 14h às 17h30. Encerra ao domingo e segunda-feira.