Pesquisar notícia
quarta,
21 fev 2024
PUB
Abrantes

Município oferece ambulância para transporte não urgente à Cruz Vermelha (c/áudio)

10/01/2024 às 09:31
Partilhar nas redes sociais:
Facebook Twitter

O Município de Abrantes entregou uma ambulância ao Núcleo de Abrantes e Tomar da Cruz Vermelha Portuguesa para transporte de doentes não urgentes. A cerimónia, simples, realizou-se no dia 6 de janeiro na Praça Barão da Batalha tendo a Cruz Vermelha colocado a viatura de portas abertas para os cidadãos poderem ver o seu interior.

A Câmara de Abrantes já em 2019 tinha oferecido à instituição uma ambulância para este serviço que é onde a Cruz Vermelha tem uma atividade muito intensa.

Aliás, Manuel Jorge Valamatos, presidente da Câmara de Abrantes, deixou bem claro na cerimónia a importância deste serviço, porquanto aos Bombeiros cabe o transporte de urgências e emergências, ficando o transporte de doentes para consultas ou doentes para o foro da Cruz Vermelha.

Manuel Jorge Valamatos vincou que já em 2023 “tínhamos este objetivo de oferecer uma ambulância para ajudar o transporte não urgente às nossas pessoas”.

A Cruz Vermelha tem uma abrangência maior do que o concelho de Abrantes, mas faz um trabalho muito importante neste apoio às populações.

O presidente da Câmara revelou que o Município foi olhando para o parque dos Bombeiros, fazendo a sua gestão e reequipando-o, mas “fomos percebendo que a cruz vermelha também precisava de uma nova ambulância, porque as que têm já têm muitos milhares de quilómetros.”

O autarca disse ainda que este é um investimento que tem de continuar a ser feito e depois agradeceu aos homens e mulheres dos Bombeiros e da Cruz Vermelha pelo apoio dado à população.

 

Manuel Jorge Valamatos, presidente CM Abrantes

Nuno Dias, é o presidente do Núcleo de Abrantes e Tomar da Cruz Vermelha e revelou que esta nova ambulância vem reforçar o trabalho que a Cruz Vermelha tem vindo a fazer no transporte de doentes não urgentes, mas também noutras áreas de emergência, quando é necessário.

A Cruz Vermelha tem, em Abrantes, 15 ambulâncias em serviço permanente que, com cerca de 30 operacionais, fazem 900 transportes por mês para Lisboa, Coimbra e Porto, por exemplo, para além do Centro Hospitalar do Médio Tejo ou mesmo dentro do concelho de Abrantes.

Nuno Dias vincou que este investimento, superior a 60 mil euros, não pode ser feito todos os anos, mas sublinhou o objetivo chegar a cada vez mais pessoas com este apoio vital para muitas pessoas que só assim conseguem “entrar” no Serviço Nacional de Saúde.

 

Nuno Dias, presidente Núcleo Abrantes e Tomar da CVP

A Cruz Vermelha de Abrantes algumas ambulâncias, das 15 em funcionamento, que já têm um milhão de quilómetros e que começam a ter problemas mecânicos.

Galeria de Imagens