Pesquisar notícia
segunda,
04 jul 2022
PUB
Concelhos

Mercado Municipal “é um desafio que Município e comunidade têm de encarar em conjunto”

15/06/2022 às 09:15
Partilhar nas redes sociais:
Facebook Twitter

O mês de abril, em que o novo edifício do Mercado Municipal de Abrantes comemorou sete anos, ficou marcado com o lançamento da nova imagem e da realização da Mostra de Artes e Ofícios, realizada mensalmente.

O objetivo que o Município tem o Mercado Municipal, é que se torne cada vez “mais atrativo para os consumidores”, sempre valorizando os produtos locais e “incentivando ao consumo do que é cá produzido”.

A principal etapa realizada, com vista a cumprir estes objetivos, foi reforçar “o número de produtores”, tendo em conta a número de bancas que tinham livres. Nesta fase, foi tido em atenção os produtores existentes na zona, “percebendo também as necessidades que havia em termos de oferta”. Joana Maia é técnica do Município e trabalha de perto com os comerciantes do Mercado. Acrescenta que esta é uma forma de tornar o mercado “mais atrativo, para quem nos visita e com maior diversidade e maior oferta”.

De regresso estão também algumas atividades, que eram dinamizadas antes da pandemia e que ficaram “condicionadas”. Entre estas atividades, contam-se “iniciativas feitas para estes produtores, por estes produtores” e ainda com “associações” e entidades locais, valorizando assim os trabalhos das mesmas.

Este é um trabalho que, futuramente, vai “dar frutos” e que irá passar a ser mais “regular” no que toca a estas diferentes iniciativas. Uma delas é a Mostra de Artes e Ofícios, que ocorre no primeiro sábado de cada mês e pretende “valorizar quem tem um gosto especial pelas artes”, e que, pelas palavras de Joana Maia, “acaba por complementar aquilo que existe no mercado”.

“A ideia é o produto ser o principal destaque” e no mês de junho o produto em destaque é o peixe. Como forma de festejar também o Dia Mundial na Criança, realizou-se um workshop de pintura em cerâmica intitulado “Há sardinhas no Mercado!”, dedicado às crianças com mais de 5 anos. As crianças tiveram a oportunidade de pintar “a sardinha, o nosso peixe e depois fica exposto” no Mercado de Abrantes. Vai haver também uma exposição de diversos peixes elaborados pelos “nossos artesãos”.

Todos os sábados do mês de junho vão ter “preparado um cabaz com peixes do mar”. Para se adquirir este cabaz, “as pessoas só têm de mandar email” para o mercado a informar o dia em que o querem ir buscar. “Estes peixeiros ainda se dirigem às lotas para ir buscar o peixe”, o que faz com o que o cabaz tenha de ser sempre encomendado. Já os peixes não serão sempre os mesmos pois “depende do que o mar nos der”, tornando assim estes cabazes mais diversificados. Os produtos de maior destaque no Mercado de Abrantes são “sempre os da época”, acrescenta Joana Maia.

O facto de haver muitas bancas vazias era um dos problemas presentes nesta área e que está a ser resolvido com estas novas atividades, de forma a tornar o Mercado um local mais “dinâmico” e “atrativo”.

Apesar de terem entrado em contacto com alguns dos novos comerciantes deste Mercado, sente-se que o “ponto principal é ouvir os comerciantes (que já se aqui encontravam) e perceber quais são as necessidades”.

Joana Maia acredita que o mercado aos sábados acaba por ser “o momento de convívio” entre eles e até mesmo “entre os clientes”. Alguns destes comerciantes já são da velha guarda, “já passaram pelas várias fases deste mercado” e estes “queremos continuar a acarinhar”.

“Temos que valorizar, em primeiro lugar, as nossas pessoas”, acentua Joana Maia, ao explicar que “nós quando vamos aos outros locais também gostamos de valorizar” os trabalhos destes territórios e por isso aqui também se deve “fazer este trabalho”.

Um trabalho que ainda “não está consolidado” é juntar os próprios comerciantes a estas iniciativas de “dinamização”.

O plano para o mês de julho do Mercado de Abrantes conta com o cabaz de frutas como produto do mês, e que irá ter o mesmo funcionamento que o cabaz de peixe, com encomenda prévia feita por email. Estará também disponível um workshop sobre frutíferas, onde será explicado as necessidades que algumas árvores de frutos têm e de como devem ser cuidadas ao longo do ano. O workshop destina-se ao público em geral e terá a duração de duas horas.

Para o presidente da Câmara Municipal de Abrantes, em relação ao projeto de dinamização do Mercado Municipal, “a resposta inicial da nossa comunidade tem sido muito positiva”. No entanto, Manuel Jorge Valamatos reconhece que “com o aparecimento das grandes superfícies comerciais, os Mercados Municipais foram perdendo clientes, que encontraram nestes grandes espaços a comodidade, diversidade de produtos ou até mesmo a facilidade de estacionamento”.

Esta nova dinâmica que se quer para o Mercado Municipal é, segundo o autarca, “um desafio que o Município e a nossa comunidade têm de encarar em conjunto, defendendo o nosso mercado. De forma cuidada e criativa, temos fomentado a ligação entre o mercado e os abrantinos”.

Maria Francisca Carvalho

Galeria de Imagens