Pesquisar notícia
quarta,
21 fev 2024
PUB
Abrantes

Feira de Doçaria abriu portas e lançou jogo interativo para crianças (c/áudio e fotos)

20/10/2023 às 21:35
Partilhar nas redes sociais:
Facebook Twitter

A Feira de Doçaria Tradicional de Abrantes abriu portas às 17 horas desta sexta-feira, e desde logo começaram a entrar visitantes. Como é normal, uns por curiosidade, outros com destino certo a comprar este ou aquele doce e, outros ainda, para “cirandar” e fazer uma ou outra prova. E nisto das provas, muitos prometem voltar com uma lista definida do que comprar. Entre doces, licores ou mel.

Às 18 horas começava a cerimónia de inauguração quando no palco do evento, a Banda de Música da Força Aérea Portuguesa, preparava o espaço para fazer a sua estreia em Abrantes, esta noite.

Coube ao presidente da Câmara de Abrantes, Manuel Jorge Valamatos, fazer os cumprimentos de boas-vindas aos convidados, representantes de instituições e a todos os participantes. O autarca começou por destacar que este é um evento que é uma marca “no concelho, na região e no país” e logo de seguida acrescentou que esta Feira “mais do que ingredientes é cultura, história e tradição.”

Manuel Jorge Valamatos sublinhou a importância da Feira para os doces típicos de Abrantes, mas ligou a importância à representação do país e dos dois arquipélagos. E indicou que é a Feira com maior número de expositores: 11 locais, a que se juntam mais 24 da região e do país.

O presidente da Câmara deixou depois uma nota para o momento que haveria de se seguir, o lançamento do jogo interativo para crianças “O Palhinhas”.

Uma proposta nascida o ano passado, na 20.ª edição, e que ganhou corpo em duas vertentes, dos 3 aos 6 e dos 6 aos 10 anos. Trata-se de um jogo que para além da função lúdica permite é pedagógico, pois tem história, cultura e património.

 

Manuel Jorge Valamatos

O presidente da Câmara destacou ainda a exposição dos trabalhos de 1.600 alunos do pré-escolar e do 1.º ciclo do concelho e os trabalhos feitos pelos idosos dos lares e centros de dia do concelho e que podem ser vistos no comércio tradicional, no centro histórico da cidade.

Carlos Mora é o professor do Instituto Politécnico de Tomar (IPT) responsável pelos jogos “O Palhinhas”.

O jogo foi criado, desenhado e executado na Escola Superior de Tecnologia de Abrantes (ESTA) por 3 docentes e 11 alunos. Daí que Carlos Mora tenha feito um agradecimento pela confiança depositada no IPT num projeto com alunos “em vez de se recorrer a uma empresa da especialidade.”

São dois jogos. São um produto interativo, em realidade virtual para crianças dos 3 aos 6 e dos 6 aos 10 anos.

O jogo para os mais novos é desenhado em ambiente controlado, através de dispositivos Android, em que as crianças vão colecionar peças para construir um puzzle que dá, depois uma história. Uma espécie de Pokemon Go, mas local e cultural.

Para as crianças dos 6 aos 10 anos, será lançado em breve, porque é um jogo que coloca os “miúdos” pelo centro de Abrantes em busca dos marcadores, munidos dos aparelhos Android. E quando encontram esses marcadores aparece um conjunto de perguntas com resposta múltipla e que lhes permite aumentar os conhecimentos da história, cultura e património de Abrantes.

 

Carlos Mora

 

Conceição Pereira, a Coordenadora Técnica da Tagus [Associação para o Desenvolvimento Integrado do Ribatejo Interior] fechou a cerimónia de abertura, antes da comitiva passar por todos os expositores.

Conceição Pereira destacou a comemoração dos 30 anos da Tagus, vincando que são 3 décadas a apoiar o território nas várias áreas.

Na feira de doçaria “estamos a colaborar com o município em muito trabalho que está a ser desenvolvido” disse ainda a coordenadora da Tagus.

Conceição Pereira

Depois, com som dos ensaios técnicos da Banda de Música da Força Aérea Portuguesa, os expositores foram visitados, por entre os clientes que aqui e ali já adquiriam doces para levar para casa, tendo terminado com um pequeno momento de degustação de doces típicos de Abrantes.

Reportagem de Jerónimo Belo Jorge 

Fotografias de Jade Garcia 

 

Programa

21 de outubro de 2023 (sábado)

10h00 - Outubro Rosa: Caminhada Solidária – Liga Portuguesa contra o Cancro

11h00 -  Espetáculo infantil “Até Cantar Dá Trabalho”, com criação e interpretação de Catarina Moura e Luís Pedro Madeira e produção de Taleguinho

14h30 - Oficina de doçaria – Abóbora em mousse de queijo fresco com citrinos – Escola Profissional de Desenvolvimento Rural de Abrantes

15h00 / 18h00 - “BIA na Doçaria” [histórias doces para pequenos e graúdos]

15h00 /19h00 - Doces Tradições- stand de doçaria tradicional dos lugares de Abrantes

17h00 - Doçaria ao Vivo: confeção de Queque de tâmaras sem açúcar – Pastelaria Sonhos Doces

19h00 - Caminhada Night Urban “Os Palhinhas” ~

21h30 - Espetáculo musical Cantigas Da Rua com Rita Ribeiro

 

22 de outubro de 2023 (domingo)

09h00 / 13h00 - Passeio de cicloturismo “A Volta +Doce de Abrantes”

10h30 / 12h30 - “BIA na Doçaria” [histórias doces para pequenos e graúdos]

11h30 - Oficina de Doçaria tradicional – Agrupamento de Escolas Verde Horizonte de Mação. Bolo de medronho e licor de medronho; Azevias de Chave Dourada com doce de ovo, presunto e castanha; opção saudável: Arroz-doce c/ mel e bebida de arroz

14h30- Doçaria ao Vivo: confeção de Tigelada de Abóbora – Pastelaria 2000

15h00 / 18h00 - “BIA na Doçaria” [histórias doces para pequenos e graúdos]

15h00 / 19h00 - Doces Tradições – stand de doçaria tradicional dos lugares de Abrantes

16h30 - Espetáculo musical JOST – Jovem Orquestra Sinfónica do Tejo

19h00 - Encerramento

Galeria de Imagens