Pesquisar notícia
terça,
16 jul 2024
PUB
Sardoal

Casa Grande integra Agenda do Turismo para o Interior

15/05/2023 às 12:10
Partilhar nas redes sociais:
Facebook Twitter

Na passada semana, foi apresentada pelo Governo na Covilhã, a Agenda do Turismo para o Interior.

Destinada à dinamização do setor turístico no interior de Portugal, a Agenda é composta por iniciativas e medidas que visam conectar os territórios, valorizar os recursos, investir nas empresas e projetar o interior e a sua oferta turística.

Através do programa Revive, estão oito imóveis de interesse turístico e histórico que passam agora a estar disponíveis para quem manifestar interesse e onde está integrada a Casa Grande ou dos Almeida, de Sardoal. A informação foi dada pelo presidente da Câmara Municipal, Miguel Borges, na reunião do Executivo desta segunda-feira, 15 de maio.

“Dentro desta Agenda estão oito Municípios que possuem imóveis de interesse turístico e histórico e onde está, finalmente, a nossa Casa Grande”, disse o autarca.

Miguel Borges explicou depois que agora “a articulação deixa de ser com o Município e passa a ser com o Turismo de Portugal, ou seja, nós delegamos no Turismo de Portugal esta representatividade do Município”. Com a Casa Grande incluída na Agenda, isso “permite que quem esteja interessado possa ter, logo à partida, uma linha de financiamento a fundo perdido que pode ir até 400 mil euros, além de outras linhas de financiamento que nós temos, inclusivamente algumas aqui específicas para a nossa região, como é o caso do Fundo para a Transição Justa”.

A Agenda do Turismo para o Interior é construída em articulação e cooperação com os agentes do território, com o objetivo de colocar mais interior nas políticas públicas do turismo, impulsionar mais turismo nos territórios do interior, levar mais economia com empresas geradoras de riqueza e atrair mais pessoas para viver, trabalhar e visitar o interior de Portugal.

Durante a sessão foram anunciadas as medidas, a sua calendarização e fonte de financiamento, num pacote conjunto de cerca de 200 milhões de euros que pretende utilizar o turismo como catalisador da coesão e desenvolvimento económico dos territórios de baixa densidade.

 

Wc’s públicos na Tapada da Torre são “uma necessidade evidente”

Ainda na reunião do Executivo de Sardoal desta segunda-feira, o vereador socialista Pedro Duque apresentou uma proposta no sentido de serem construídos wc’s públicos na zona da Tapada da Torre. Afirmou o vereador que “é uma necessidade que consideramos evidente”, sendo um local junto ao agrupamento escolar e onde decorrem várias atividades. Por outro lado, acrescentou Pedro Duque, “e isto tem a ver com cidadania e pela falta deste equipamento, há ali um espaço a que as pessoas recorrem para satisfazer as suas necessidades fisiológicas (...) e onde o cheiro é nauseabundo, ainda por cima próximo de um comércio”.

Para o vereador socialista, esta questão “nem me parece de muito difícil execução visto os esgotos passarem relativamente próximos”.

Na conversa com o presidente da Câmara, Miguel Borges reconheceu que esta situação “não é nada agradável para os moradores ali da zona” e assumiu que esse é um tema que está em análise e que até já tinha sugerido que alguém apresentasse uma candidatura nesse sentido ao Orçamento Participativo. No entanto, “não foi feito mas é um dos assuntos que temos em análise e justifica-se, até porque temos um conjunto de atividades que vão sendo lá feitas. Por exemplo, este ano a partida do Trail vai ser lá e é sempre bom que tenhamos ali alguma estrutura de apoio”.

Foto: Antena Livre