Pesquisar notícia
quarta,
17 ago 2022
PUB
Concelhos

Caminhos da Natureza encerram em agosto

2/08/2022 às 12:59
Partilhar nas redes sociais:
Facebook Twitter

O mês de agosto traz à Sertã os últimos espetáculos no âmbito do programa Caminhos da Natureza da Programação Cultural em Rede do Médio Tejo. A Praia Fluvial da Ribeira Grande vai ser o cenário de espetáculos de animação e performances nos dias 6, 13 e 27 de agosto, às 18h30m.

A 6 de agosto, a Praia Fluvial da Ribeira Grande, na Sertã, acolhe “Inconstantes Des/Equilíbrios”, às 18h30m. Entre malabarismos da realidade e sonoridades da consciência, mudaram-se os tempos mas mantêm-se as vontades. A partir, sobretudo, de visões sonoras, o desafio deste espetáculo é parar o tempo e ressaltar o desequilíbrio das perspectivas geométricas. Uma reflexão entre o antes e o agora, através de malabarismo síncrono com música ao vivo.

“Rizoma” é o espetáculo agendado para o dia 13 de agosto, também na Praia Fluvial da Ribeira Grande, na Sertã, às 18h30m. Partindo do conceito de rizoma (caule que cresce de forma horizontal e subterrânea, podendo ter também crescimento aéreo, que cresce sem direção definida e assumindo funções de raiz, tronco ou ramo) o espectáculo parte de um vaso, uma mulher, um músico. Baseia-se na teoria filosófica “Rhizome” de Deleuze e Guattari: uma pesquisa contínua sobre sensibilidade, força, adversidade e infância. Um sopro de liberdade horizontal sobre o pensamento hierárquico e vertical da vida quotidiana. Uma aventura surrealista através da imaginação. Espetáculo de Rita Carmo Martins com a flautista Clara Saleiro.

No dia 27 de agosto, Telma Pinto e Pedro Tiago trazem “Tempo, Recursos e Emoções” à Praia Fluvial da Ribeira, na Sertã, às 18h30m. Trata-se de uma performance que mistura música com truques, surpresa e o encantamento a nível da destreza que o circo pode oferecer. Está garantida envolvência poética e abstrata num universo de uma linguagem física rigorosa e em altura. Um espetáculo sobre o tempo que leva o tempo, os recursos que variam ou se acrescem, as emoções de infância e dos tempos que correm ou que nos obrigam a levar o tempo com mais tempo.

Estes três espetáculos do mês de agosto encerram a programação “Caminhos da Natureza” no concelho da Sertã. Desde fevereiro deste ano, esta iniciativa da Programação Cultural em Rede do Médio Tejo trouxe à Sertã cerca de 20 espetáculos desde performances, concertos, teatro e marionetas. O objetivo passou pela criação de dinâmica entre as artes, o público e economia local (comércio, hotelaria, restauração e serviços), estimulando a economia da região através do turismo atraído pela procura de produtos culturais diferenciadores.

Na região do Médio Tejo, a Programação Cultural em Rede é promovida pela Comunidade Intermunicipal do Médio Tejo e pelos municípios de Sertã, Abrantes, Alcanena, Constância, Entroncamento, Ferreira do Zêzere, Mação, Ourém, Sardoal, Tomar, Torres Novas, Vila de Rei e Vila Nova da Barquinha. O projeto é cofinanciado pelo Centro 2020, Portugal 2020 e União Europeia, através do FEDER.