Pesquisar notícia
quarta,
29 nov 2023
PUB
VN Barquinha

Barquinha Jazz 2023 vai realizar-se no Centro Cultural

1/09/2023 às 12:26
Partilhar nas redes sociais:
Facebook Twitter

O Clube de Instrução e Recreio (ex-Tuna) de Moita do Norte, com o apoio do Município de Vila Nova da Barquinha, vai organizar o Barquinha Jazz 2023. O evento terá lugar nos dias 1, 2 e 3 de setembro, mas o local do evento foi alterado, devido às condições meteorológicas.

Assim, os espetáculos terão lugar no Centro Cultural de Vila Nova da Barquinha, em vez da Praça da República como estava anunciado.

Pelo palco, na sexta-feira, dia 1 de setembro, pelas 21h30, vai passar "Jorge Esperança Quarteto", composto por Jorge Esperança, Joaquim Roberto, Paulo Neves e Tiago Ramos.

Trata-se de um Quarteto de fusão Jazz elétrico, influenciado pela música de Miles Davis da era 70/80, Weather Report Jimi Hendrix, que irá tocar originais e standards com arranjos do guitarrista Jorge Esperança, natural de Vila Nova da Barquinha.

No sábado, dia 2 de setembro, às 21h30, a noite é com "Leon Baldesberger Meersalz", com Sara Badalo, Leon Baldesberger, Desidério Lázaro, Miguel Martins, Léo Vrillaud, Luis Henrique, João Melro.

O grupo liderado pelo trompetista Leon Baldesberger, editou recentemente o disco “Nim”.

Trata-se da formação que começou por ser o projeto de Bacharelato de Leon Baldesberger na Escola Superior de Música de Zürich (ZHdK), e que na altura foi eleito Best of Swiss Jazz Bachelor 2012 pela mesma escola. Dois anos mais tarde, voltou a ser avaliado com a nota máxima no concerto final de Mestrado na dita escola. Estilisticamente poder-se-ia descrever como "augmented minimal odd-meter", onde excertos cuidadosamente estruturados e orquestrados, nos quais predomina a combinação entre ritmos complexos e harmonias latas, andam de mãos dadas com a improvisação. O projeto tem evoluído continuamente desde a sua formação, tendo passado por vários clubes e festivais na Suíça, Alemanha, Portugal e Espanha, entre os quais se destacam o reputado moods, Bird’s Eye, Hot Clube de Portugal, Salao Brazil, Centro Andaluz de Arte Contemporánea, El Musicário, Sommersby Out Jazz, Festival Jazzolontia, Festival F, Festival Os dias do Jazz, entre outros. O disco de estreia “Störfaktor” foi gravado no Hitmill Studio –Zürich em setembro de 2015 e apresentado na Suíça no início de 2016. O segundo álbum “Odd Matters” foi gravado em outubro de 2018 nos Trafalgar Studios em Espanha e lançado em abril de 2019, edição da Blue Asteroid Records. O terceiro disco "Grilled Orange" foi lançado em dezembro de 2020.

Para fecho, no domingo, dia 3 de setembro, o palco do Centro Cultural recebe, pelas 21h30, "Kolme" de Ruben Alves, Miguel Amado e Carlos Miguel Antunes.

A formação piano + contrabaixo + bateria é provavelmente a mais marcante na história do jazz pós-bebop. Com o legado deixado pelos trios de Bill Evans, Keith Jarret e mais recentemente Brad Mehldau a importância desta formação é incontornável. KOLME é uma nova perspectiva do trio de piano no jazz. Com influencias recebidas de varias áreas musicais, devido ao percurso multifacetado dos três músicos. O repertório composto quase exclusivamente de temas originais, surpreende pela diferença que marca em relação as suas próprias referências.

Os espetáculos têm entrada livre.