Pesquisar notícia
quarta,
08 dez 2021
PUB
Concelhos

Abrantes: Prémios de Mérito reconhecem percurso académico de cinco alunos (C/ ÁUDIO)

5/11/2021 às 20:47
Partilhar nas redes sociais:
Facebook Twitter

Foram entregues esta sexta-feira, 5 de novembro, os Prémio de Mérito aos melhores alunos do ensino secundário, regular e profissional, das escolas do concelho de Abrantes. São Prémios que reconhecem o percurso académico dos jovens, “valorizando o seu empenho que se traduz no mérito e na excelência dos seus resultados” e que teve como máxima “empenho, reconhecimento e resiliência”.

A cerimónia teve lugar no auditório da Escola Secundária Dr. Solano de Abreu, depois de no ano passado ter sido cancelada devido ao facto de o país estar em Estado de Calamidade devido à pandemia de Covid-19. Uma breve apresentação em vídeo das telas do mestre António Soares presentes no auditório e uma pequena atuação do Grupo de Cantares do Agrupamento de Escolas N.º 1 de Abrantes foram os momentos que antecederam a entrega dos Prémios.

Tiago de Matos Fernandes e Inês Moço foram os alunos que se distinguiram na Escola Secundária Dr. Manuel Fernandes. Na Escola Secundária Dr. Solano de Abreu, os melhores alunos foram Alexandre Duarte e Patrícia Delgado. Já na EPDRA – Escola Profissional de Desenvolvimento Rural de Abrantes, o Prémio de Mérito foi atribuído a Mírcia Basílio.

Jorge Costa, diretor do Agrupamento de Escolas N.º 1 de Abrantes falou em nome dos três diretores das escolas (Alcino Hermínio, do Agrupamento de Escolas N.º 2 de Abrantes e Marly Serras, da Escola Profissional de Desenvolvimento Rural de Abrantes). Começou por referir que “a escola está em mudança e que o objetivo da escola é o de deixar de ser uma fábrica de alunos, privilegiando o desenvolvimento das competências individuais, da aprendizagem interativa, apostando na autonomia do aluno”.

O diretor disse ainda que “a família e em particular os pais dos alunos de sucesso, têm um papel fundamental no caminho e nas metas alcançadas pelos nossos alunos. Por isso, não posso deixar de enaltecer os pais dos alunos que hoje recebem os Prémios de Mérito”. Parabenizou os alunos distinguidos “pelo caminho percorrido” e a quem os três diretores “desejam as maiores felicidades e a coragem para enfrentarem novos desafios”. Desejou ainda que “continuem a pautar-se por princípios éticos, valores morais, liberdade e responsabilidade, procurando novos destinos com a convicção de que o futuro não é um lugar para onde estamos indo, mas um lugar que estamos construindo”.

 

Os Prémios de Mérito são atribuídos anualmente pela Câmara Municipal de Abrantes em parceria com a Tejo Energia, um protocolo celebrado em 2012. Em representação da Tejo Energia esteve Dulce Franco que afirmou ser necessário “pensarmos na escola como a construção de um futuro (…) de um caminho para chegar a algum lado que desejam”. Destacou o empenho e “a grande vontade que deve sempre prevalecer”. Desjou que o Prémio de Mérito “seja aquela força que vão necessitar para continuar a apostar no vosso futuro”.

 

Manuel Jorge Valamatos, presidente da Câmara Municipal de Abrantes, iniciou o seu discurso lembrando que “o ano escolar que serve de referência para a atribuição destes Prémios foi um ano letivo muito complicado para toda a comunidade escolar (…) e com desafios nunca antes vividos”. Os professores e os auxiliares de ação educativa não foram esquecidos nas palavras do autarca mas as “estrelas” do dia foram mesmo os alunos.

“Este é realmente um dia importante para os nossos jovens que hoje vêm reconhecidos o esforço e a dedicação que têm dado ao seu percurso escolar. Este é um dia em que se devem sentir orgulhosos pelo trabalho desenvolvido, tal como os vossos professores, pais, educadores, familiares e amigos”, disse o presidente.

Dirigindo-se aos alunos, Manuel Jorge Valamatos lembrou que “este vosso percurso individual é afetado positivamente por uma comunidade presente e ativa que vos permite estar a receber hoje, muito justamente, estes Prémios de Mérito”.

O presidente da Câmara de Abrantes deixou ainda um pedido aos alunos para que “usem as vossas competências agora como no futuro, para levar convosco aqueles que tiveram mais dificuldades. Não deixem nenhum colega para trás”. Na sequência deste pedido, Manuel Jorge Valamatos declarou que “a solidariedade, o respeito, a responsabilidade e a união, são valores que caraterizam a nossa comunidade e que vos têm sido transmitidos. Esses são valores fundamentais que devem continuar a ser preservados durante a vossa vida, independentemente do cargo, profissão ou estatuto”.

Galeria de Imagens