Pesquisar notícia
quinta,
07 jul 2022
PUB
Concelhos

A construção de uma creche “é uma prioridade para o nosso concelho”

10/06/2022 às 10:30
Partilhar nas redes sociais:
Facebook Twitter

A atual creche no Sardoal conta, este ano, com algumas diferenças incluindo uma maior capacidade para o número de crianças dentro das 3 salas que esta disponibiliza. O presidente da Câmara Municipal de Sardoal, Miguel Borges, explica que mesmo com esta diferença, a creche continua a não corresponder às necessidades do município e já foi criado um projeto para uma nova creche, assim como uma candidatura ao Plano de Recuperação e Resiliência português (PRR).

Todos os anos são ouvidos “profissionais da área, ou seja, as educadoras” e o “nosso gabinete de ação social” que ao ouvir os profissionais da área apresentam uma proposta. Conclui-se assim que este ano a creche terá a capacidade para na “sala um”, o berçário tem capacidade para dez crianças, “a sala dois, capacidade para 14 crianças e a sala três, capacidade para 15 crianças”.

 

Estas salas não correspondem não só às necessidades do concelho de Sardoal, mas também “aos da nossa região”, que também procuram este estabelecimento no Sardoal. Pelas palavras de Miguel Borges, “A procura excede sempre a oferta.”

Porém, esta é a “capacidade que existe do espaço”, o presidente da câmara do Sardoal continua por explicar que tiveram de construir “esta valência de creche quase de um dia para o outro”.

Com vista a terem uma creche no concelho, que tenho mais capacidade, criaram um “projeto e uma candidatura ao PRR” para a “construção de uma nova creche”. Atualmente a candidatura ao Plano de Recuperação e Resiliência português (PRR) encontra-se em fase de “audiência prévia”, sendo que ainda não foram esgotados todos os fundos para criação de novas “creches nos municípios e IPSS’s”. Vai haver um segundo aviso, o qual Miguel Borges irá atender e fazer “algumas melhorias e alguns acertos” no que toca ao orçamento. Estas diferenças no orçamento, o presidente da câmara do Sardoal explica que se devem ao facto de quando se deu início ao projeto apresentam um “desfasamento ligeiro” nos “valores que agora estão a ser praticados no mercado”.

 

Maqueta da nova creche

De forma a conseguir que a gestão da creche seja “atribuída a uma IPSS” é necessário que a creche “cumpra as regras da segurança social”, o que atualmente, o projeto cumpre. No entanto, o presidente da câmara do Sardoal, acrescenta que a própria creche tem de estar de acordo com “as exigências do instituto da segurança social”. Sendo que existem estas “exigências” de forma a que creche pertença a uma IPSS, Miguel Borges, tem o cuidado de mostrar e pedir ao instituto da segurança social para “validar o projeto”. Apresenta também o cuidado em fazer pequenas alterações como “a abertura das portas, que em vez de ficar para um lado é melhor ficar para o outro”.

Se a gestão da creche ficar ao abrigo de uma IPSS, o presidente da câmara sente que é “ganho para o município”, visto que “os custos são também comparticipados” para a IPSS e “não diretamente para o município” que fica responsável pela construção, “estamos a falar do PRR”.

 

Para este ano a inscrição à creche tem o valor de 15€ e deverá ser feita no balcão único de atendimento da câmara municipal ou do email, creche.municipal@cm-sardoal.pt, entre os dias 13 e 27 de junho. O valor da creche varia entre os 30€ e os 250€, consoante o que está no regulamento e os rendimentos que apresentam.

As condições de acesso à creche de Sardoal para o próximo ano letivo foram aprovadas por unanimidade na reunião do executivo municipal desta quarta-feira, dia 8 de junho.

Maria Francisca Carvalho