Pesquisar notícia
sexta,
03 dez 2021
PUB
Sociedade

Preços da energia devem conhecer moderação até final do 1.º trimestre 2022 - FMI

13/10/2021 às 07:07
Partilhar nas redes sociais:
Facebook Twitter

Os preços da energia, cuja subida está a inquietar os investidores, devem conhecer uma moderação “até ao final do primeiro trimestre de 2022”, estimou hoje a economista-chefe do Fundo Monetário Internacional (FMI), em entrevista à AFP.

“De momento, mesmo que no curto prazo os preços, durante os meses de inverno, o preços da energia continuem elevados, esperamos que desçam até ao final do primeiro trimestre do próximo ano e durante o segundo semestre”, declarou.

Reconheceu, não obstante, que “o grande risco” era ter um inverno rigoroso, que conduzisse a “cortes de energia muito maiores e cortes de energia com um efeito muito mais importante no mundo”.

Especificou mesmo que “o pior cenário era ter um inverno particularmente rigoroso no hemisfério norte, com uma procura de energia em alta. E isto, enquanto ao mesmo tempo, ainda não tínhamos resolvido o problema das perturbações das cadeias de produção”.

Contudo, Gopinath não espera uma crise como a dos anos 1970, porque, “no seu conjunto, o mundo depende muito menos de energia”. “, seria preciso um aumento muito mais importante dos preços do gás, por exemplo, para (…) que isso conduzisse a (…) estagflação”, termo que se refere a uma situação de inflação elevada e estagnação económica.

Os investidores estão preocupados com a subida dos preços da energia que está a afetar o mundo inteiro.

 

Lusa