Pesquisar notícia
segunda,
06 dez 2021
PUB
Sociedade

Abrantes: Está apresentada a 19.ª Feira Nacional da Doçaria, que comece a festa (C/ ÁUDIO)

20/10/2021 às 16:54
Partilhar nas redes sociais:
Facebook Twitter

Foi apresentada esta manhã a 19.ª edição da Feira Nacional da Doçaria que tem início esta sexta-feira, dia 23 de outubro.

O presidente da Câmara de Abrantes, Manuel Jorge Valamatos, assumiu ser “como gosto renovado que estamos aqui hoje”, após dois anos de interregno devido à pandemia da Covid-19, pois “de alguma forma, estamos a ultrapassar este momento muito difícil para a humanidade”.

O autarca espera que “este evento possa marcar e ter uma posição importante naquilo que é o calendário nacional destas ações de promoção dos nossos produtos”. Referiu a presença de doceiros de norte a sul de Portugal mas lamentou a ausência dos doceiros dos Açores e da Madeira pois, como confecionam os seus produtos ao vivo na Feira, tal ainda não é permitido pelas regras da DGS. Quanto aos doceiros do concelho de Abrantes, agradeceu a presença e o empenho na realização deste certame. Manuel Jorge Valamatos desejou que a 19.ª Feira Nacional da Doçaria Tradicional seja “um evento repleto de animação e com muita dinâmica”.

 

Novidade para esta edição é o lançamento do livro «Abrantes + Doce”. O Município de Abrantes e a TAGUS- Associação para o Desenvolvimento Integrado do Ribatejo Interior elaboraram uma brochura “para enaltecer e homenagear os doceiros do concelho, que diariamente confecionam doces, compotas e mel e preservam os usos e costumes tradicionais deste setor de atividade”.

Manuel Jorge Valamatos falou do livro e aproveitou para apresentar a caixa que será utilizada na Feira para a Palha de Abrantes.

 

Coube a Conceição Pereira, técnica coordenadora da TAGUS, fazer a apresentação do Programa da Feira, das novidades, bem como dos doceiros que estarão presentes este ano.

Serão 22 expositores, sendo “11 do Ribatejo Interior” pois “é uma aposta clara do Município de Abrantes e da TAGUS valorizar a nossa doçaria e os nossos produtores locais, sobretudo num período pós-pandemia onde eles tiveram tanta dificuldade em escoar os seus produtos”.

 

Doceiros:

 

O município de Abrantes e a TAGUS, “conscientes de que é cada vez mais importante divulgar as tradições locais junto das gerações mais novas a fim de os ajudar a valorizar as suas origens e compreender o território onde se encontram inseridos”, pretende continuar a dinamizar junto das escolas do ensino pré-escolar e do 1º ciclo, uma iniciativa associada ao ícone «palha de Abrantes» utilizando a personagem que foi criada em 2006 para este efeito, o «Palhinhas».

Anualmente, as escolas do concelho de Abrantes são convidadas a participar na elaboração de trabalhos, que este ano consiste na criação e decoração da mascote em cartão, privilegiando a utilização de materiais recicláveis. Os trabalhos irão estar expostos durante a 19ª Feira Nacional de Doçaria Tradicional.

Nesta iniciativa, participaram 14 escolas públicas e seis privadas, abrangendo um universo de mais de mil alunos.

Já o vereador Luís Filipe Dias, atual presidente da TAGUS, revelou que apesar da 19.ª edição ainda estar por se realizar, já estão a preparar a 20.ª e “tem sido um trabalho bastante frutuoso ao longo dos últimos meses”. Quanto ao livro «Abrantes + Doce», referiu que todos os doceiros são do concelho e estão agora imortalizados numa edição bilingue que “homenageia todos aqueles que, ao fim e ao cabo, têm feito a história destes 19 anos da Doçaria em Abrantes”.

 

Uma das novidades desta 19.ª edição da Feira Nacional da Doçaria Tradicional de Abrantes é o facto de poder degustar de todos os produtos presentes no certame sem ter que se deslocar. A “Doçaria a Pedido” é uma iniciativa focada em apoiar os doceiros locais a escoar os seus produtos, através de duas vias.

Pode encomendar os seus doces preferidos e efetuar o respetivo levantamento na entrada da Feira, sinalizada para este efeito e nos horários estipulados que são das 20h30-21h30 (na 6ªfeira e sábado) e das 12h-13h (no fim-de-semana). Para tal, basta ligar antecipadamente para o número 966822104.

Há ainda a hipótese da entrega ao domicílio, através de duas empresas locais. A Recadex e o Jarvas irão entregar encomendas de doçaria diretamente na casa das pessoas, mediante o pagamento adicional do valor da deslocação entre a Feira e a residência do cliente. Pode utilizar o serviço Recadex através do número 938041793 ou a aplicação JARVAS, em fast.jarvas.pt.

No final, o presidente da Câmara fez ainda “um pedido de desculpas à comunidade de Abrantes e a quem nos visita” pelo facto de a tenda que está a ser instalada na Esplanada 1.º de Maio ocupa o parque de estacionamento “e estrangula o trânsito mesmo no coração da cidade”.

Galeria de Imagens