Pesquisar notícia
sexta,
22 out 2021
PUB
Região

Covid-19: Médio Tejo com 2 infetados e mais 83 pessoas em vigilância ativa

30/04/2021 às 19:35
Partilhar nas redes sociais:
Facebook Twitter

A Região do Médio Tejo, na área da saúde, tem nesta sexta-feira mais dois novos infetados com o coronavírus, o que eleva o total acumulado de casos para 12 855. Estes dois novos casos estão registados pelos laboratórios em Ferreira do Zêzere e em Torres Novas.

O número de recuperados é igual ao de ontem, ou seja, 12 404, tal como o número de óbitos que se mantém nos 378. Desta forma, neste último dia de abril, o Médio Tejo tem 73 casos ativos de infeção provocada pelo SARS-Cov-2 em Abrantes (37), Alcanena (2), Entroncamento (4), Ferreira do Zêzere (1), Mação (4), Ourém (5), Sardoal (5), Tomar (12) e Torres Novas (3). Os concelhos de Constância e Vila Nova da Barquinha não têm qualquer caso ativo.

 

Já no que diz respeito a vigilâncias ativas há a registar um aumento de mais 83 a ficar em confinamento em relação a quinta-feira. Ou seja, os 11 concelhos do Médio Tejo têm agora 409 pessoas em confinamento por contacto com infetados em Abrantes (261), Constância (4), Entroncamento (11), Ferreira do Zêzere (1), Mação (10), Ourém (13), Sardoal (21), Tomar (77), Torres Novas (8) e Vila Nova da Barquinha (3). O concelho de Alcanena é o único que não tem qualquer cidadão em confinamento.

Portugal não tem registo de mortes relacionadas com covid-19 nas últimas 24 horas, sendo o terceiro dia desde o primeiro óbito em que tal se verifica, segundo a Direção-Geral da Saúde.

Portugal registou o primeiro óbito devido à Covid-19 a 16 de março de 2020.

O primeiro dia sem registo de mortes ocorreu cinco meses depois, em 03 de agosto de 2020, e o segundo dia foi na segunda-feira passada.

O boletim de hoje revela ainda o registo de 460 casos de infeção de SARS-CoV-2 nas últimas 24 horas e uma estabilização nos internamentos, sem alteração quer em enfermaria quer em cuidados intensivos.

Portugal tem hoje 324 doentes internados em enfermaria e 89 em cuidados intensivos.

Desde o início da pandemia já foram contabilizados 836.493 casos confirmados no país e 16.974 óbitos.