Pesquisar notícia
segunda,
06 dez 2021
PUB
Concelhos

VN Barquinha: Programação cultural em rede VOLver com jazz e cinema

7/07/2021 às 11:55
Partilhar nas redes sociais:
Facebook Twitter

Jorge Esp Group é um quarteto de fusão Jazz elétrico, influenciado pela música de Miles Davis da era 70/80, Weather Report Jimi Hendrix. O concerto vai ter lugar dia 17 de julho, pelas 21:30, na Praça da República.

O quarteto irá tocar originais e standards com arranjos do guitarrista Jorge Esperança.

O espetáculo tem entrada gratuita mas com lugares marcados, num total de 120 espetadores.

No dia 18 de julho, o Parque de Escultura Contemporânea Almourol vai receber uma sessão de cinema com a projeção do filme “Zambézia”, para maiores de seis anos.

Na sinopse pode ler-se: “Frustrado com os excessos de zelo de um pai ultracontrolador, um jovem e destemido falcão decide partir em direção à Zambézia, Moçambique, onde pretende viver a sua vida e correr os seus próprios riscos. Porém, depois de conhecer uma série de personagens diferentes de si, depressa descobre que viver em comunidade pode ser ainda mais complicado do que sobreviver aos perigos da selva. E é só quando a cidade está sob uma ameaça real que ele vai entender que a vida, seja nos melhores ou piores momentos, só vale a pena quando partilhada com os seres que amamos...”

A sessão tem início às 21:30 horas e uma duração de 83 minutos.

Este evento é gratuito mas com lugares marcados, num total de 25 famílias.

Para ambos os eventos, as reservas podem ser feitas através do email reservas@cm-vnbarquinha.pt, ou dos telefones: 249720358, 962722668, 927410436.

O levantamento de bilhetes deve ser efeutuado no Centro Cultural de Vila Nova da Barquinha.

Zambézia

O jazz regressa ao Parque de Escultura Contemporânea Almourol no dia 24 de julho, com o projeto LAB, num evento para maiores de seis anos.

“Nos anos mais recentes tem-se por cá assistido a um processo crescente de exploração de afinidades criativas entre músicos de diferentes territórios estéticos e distintas gerações. Um exemplo dessa saudável realidade é o disco de estreia do projeto LAB, resultado de uma parceria entre dois músicos de sólida reputação na cena nacional, com um percurso de quase duas décadas: o guitarrista Ricardo Pinheiro e o baixista Miguel Amado. Para este laboratório, criado de raiz, trouxeram composições da autoria de ambos e convidaram dois dos mais interessantes jovens músicos da nova geração do jazz nacional, o saxofonista Tomás Marques e o baterista Diogo Alexandre, ambos vencedores da edição de 2019 do Prémio Jovens Músicos na categoria “Jazz”. Marques, natural de Estarreja, tem vindo a dar nas vistas como membro do projeto Entre Paredes de Bernardo Moreira e da Big Band Estarrejazz, para além de liderar os seus próprios grupos, nomeadamente trio e quinteto, com Alexandre na bateria. Este último integrou ainda a formação que gravou “Autotelic”, de Javier Subatin, guitarrista argentino radicado em Portugal, e formou um duo saxofone/bateria com o superlativo João Mortágua”.

LAB

Este evento, à semelhança dos anteriores, também é de entrada gratuita mas com lugares marcado, num total de 120. As reservas podem ser feitas a partir de dia 10 de julho para o email reservas@cm-vnbarquinha.pt, ou pelos telefones: 249720358, 962722668, 927410436.

O levantamento de bilhetes será feito no Centro Cultural de Vila Nova da Barquinha.

Para todos os eventos, devem ser observadas as regras definidas pelas DGS, de distanciamento social e uso obrigatório de máscara.