Pesquisar notícia
sexta,
01 jul 2022
PUB
Região

Nove pedidos de apoio para projetos de valorização do património local

1/02/2022 às 15:39
Partilhar nas redes sociais:
Facebook Twitter

A TAGUS - Associação para o Desenvolvimento Integrado do Ribatejo Interior recebeu nove candidaturas à operação 10.2.1.6. Renovação de Aldeias, com um total de investimento proposto de 668.862,92€, para projetos a implementar em Abrantes, Constância e Sardoal. Este foi o 5.º aviso que a Associação promove no Ribatejo Interior e o seu período de candidaturas teve início a 26 de novembro e terminou a 14 de janeiro de 2022.

Esta medida do PDR2020 – Programa de Desenvolvimento Rural destina-se às coletividades locais, associações, autarquias, juntas de freguesia e pessoas singulares ou coletivas de direito privado. Neste âmbito, candidataram-se dois municípios, uma cooperativa, uma organização sem fins lucrativos, uma organização comunitária, uma canónica, dois grupos desportivos e uma junta de freguesia.

A operação 10.2.1.6. Renovação de Aldeias visa apoiar investimentos que contribuam para a recuperação, preservação e beneficiação do património local, paisagístico e ambiental, abrangendo também obras de recuperação, sinalética de itinerários paisagísticos, ambientais e agroturísticos, elaboração e divulgação de material documental referente ao património intervencionado, incluindo ações de sensibilização, produção e edição de publicações ou registos videográficos e fonográficos. Contempla ainda aquisição de trajes, estudos de inventariação do património rural, bem como do “saber-fazer” dos artesãos, das artes tradicionais, da literatura oral e de levantamento de expressões culturais tradicionais.

Com este 5.º aviso surgiu também a oportunidade das coletividades se candidatarem, visando a criação ou melhoria das suas infraestruturas, local onde toda a comunidade possa desenvolver atividades de carácter cultural, desportivo e de empreendedorismo social de base comunitária.

A operação 10.2.1.6 – Renovação de Aldeias, é uma medida do PDR2020, inserida no Portugal 2020, cofinanciada pelo FEADER – Fundo Europeu Agrícola de Desenvolvimento Rural.