Pesquisar notícia
sábado,
02 jul 2022
PUB
Covid-19

Portugal com 19.436 novas infeções, 50 mortos e redução de internamentos

12/02/2022 às 15:08
Partilhar nas redes sociais:
Facebook Twitter

Portugal registou 19.436 novas infeções com o coronavírus SARS-CoV-2 nas últimas 24 horas, mais 50 mortes associadas à covid-19 e uma nova redução nos internamentos, indicou hoje a Direção-Geral da Saúde (DGS).

Segundo o boletim epidemiológico diário, hoje estão internadas 2.232 pessoas, menos 100 do que na sexta-feira, enquanto nas unidades de cuidados intensivos está mais um doente, num total de 160, sendo que nem todos os internamentos se devem à covid-19, podendo ser motivados por outras patologias apesar da existência de infeção com SARS-CoV-2.

O número de casos ativos diminuiu hoje, havendo agora 585.213, menos 15.111 do que na sexta-feira, e nas últimas 24 horas foram dadas como recuperadas 34.497 pessoas, somando um total de 2.463.423 recuperados desde o início da pandemia.

Das 50 mortes registadas nas últimas 24 horas, 28 ocorreram na região Norte, 11 no Centro, oito em Lisboa e Vale do Tejo, duas no Algarve e uma no Alentejo.

Por faixas etárias, a maior parte das vítimas mortais com covid-19 tinha mais de 80 anos (33), tendo ainda sido registados 10 óbitos entre os 70 e 79 anos, seis entre os 60 e os 69 anos e um entre os 40 e 49 anos.

O Norte continua a ser a região do país com mais novos casos diários, com mais 6.382 infeções, seguindo-se Lisboa e Vale do Tejo, com mais 5.778, o Centro (3.640), o Algarve (1.292), o Alentejo (1.125) os Açores (786) e a Madeira (433).

Nas últimas 24 horas, o número de contactos em vigilância registou uma redução de 12.332 pessoas, totalizando agora 615.777.

O maior número de novos casos diagnosticados situa-se nos grupos etários entre os 10 e os 19 anos, com 3.331 novas infeções nas últimas 24 horas. Seguem-se o dos 40 aos 49 anos (3.028 novas infeções), o dos 30 aos 39 anos (2.895), dos 20 aos 29 anos (2.759), até aos 9 anos (2.189), entre os 50 e os 59 anos (1.941), entre os 60 e os 69 anos (1.390), entre os 70 e 79 anos (1000) e dos idosos com mais de 80 anos (900).

Segundo a DGS, desde março de 2020 foram registados em Portugal 3.069.128 casos de infeção com o SARS-CoV-2 e foram declaradas 20.492 mortes associadas à covid-19.

Desde o início da pandemia, em março de 2020, a região de Lisboa e Vale do Tejo registou 1.091.101 casos e 8.558 mortes.

Na região Norte registaram-se 1.180.020 infeções e 6.249 óbitos e a região Centro tem agora um total acumulado de 452.325 infeções e 3.631 mortes.

O Algarve totaliza 121.849 contágios e 660 óbitos e o Alentejo soma 106.150 casos e 1.143 mortos por covid-19.

A Região Autónoma da Madeira soma desde o início da pandemia 70.638 infeções e 176 mortes e o arquipélago dos Açores 47.045 casos e 75 óbitos.

As autoridades regionais dos Açores e da Madeira divulgam diariamente os seus dados, que podem não coincidir com a informação divulgada no boletim da DGS.

De acordo com DGS, foram contabilizados 1.432.563 casos de infeção em homens e 1.633.832 em mulheres, havendo 2.733 casos de sexo desconhecido, que se encontram sob investigação, uma vez que esta informação não é fornecida de forma automática.

Desde março de 2020 morreram 10.782 homens e 9.710 mulheres de covid-19.

A doença respiratória é provocada pelo coronavírus SARS-CoV-2, detetado no final de 2019 em Wuhan, cidade do centro da China.

A variante Ómicron, que se dissemina e sofre mutações rapidamente, tornou-se dominante do mundo desde que foi detetada pela primeira vez, em novembro, na África do Sul.

Lusa