Pesquisar notícia
sábado,
02 jul 2022
PUB
Região

Médio Tejo com 816 novos contágios com tendência de descida

5/02/2022 às 21:24
Partilhar nas redes sociais:
Facebook Twitter

O Médio Tejo parece continuar com uma tendência de descida dos novos contágios com SARS-CoV-2 no seu território.

O boletim de controlo epidemiológico da Unidade de Saúde Pública do Médio Tejo (USPMT) dá conta de mais 816 novos casos positivos detetados pelas análises laboratoriais nas últimas 24 horas. Com os dados deste dia 5 de fevereiro o total de casos, desde que começou a pandemia, é agora de 49.412, enquanto que os recuperados são 40.810 e os óbitos 446.

Os 816 contágios reportados esta sábado estão localizados em Abrantes (89), Alcanena (56), Constância (33), Entroncamento (100), Ferreira do Zêzere (36), Mação (21), Ourém (200), Sardoal (13), Tomar (75), Torres Novas (160) e Vila Nova da Barquinha (33).

O número de casos ativos no território dos 11 concelhos da saúde do Médio Tejo foi atualizado para 8.156. Estes casos ativos estão reportados em Abrantes (1.098), Alcanena (413), Constância (224), Entroncamento (802), Ferreira do Zêzere (221), Mação (166), Ourém (2.258), Sardoal (82), Tomar (1.277), Torres Novas (1.337) e Vila Nova da Barquinha (276).

Portugal registou 41.511 novas infeções com o coronavírus SARS-CoV-2 nas últimas 24 horas, mais 44 mortes associadas à covid-19, mas uma redução de internamentos, indica a Direção-Geral da Saúde (DGS).

Segundo o boletim epidemiológico diário, hoje estão internadas 2.409 pessoas, menos 36 do que na sexta-feira, e 169 estão em unidades de cuidados intensivos, menos cinco, sendo que nem todos os internamentos se devem à covid-19, podendo ser motivados por outras patologias apesar da existência de infeção com SARS-CoV-2.

O número de casos ativos diminuiu, havendo agora 637.821, menos 4.972 do que na sexta-feira, e nas últimas 24 horas foram dadas como recuperadas 46.439 pessoas, passando a contabilizar um total de 2.226.548.

Das 44 mortes registadas nas últimas 24 horas, 17 ocorreram na região de Lisboa e Vale do Tejo, 13 no Norte, nove no Centro, duas no Alentejo, uma no Algarve e duas nos Açores.

A maior parte das vítimas mortais com covid-19 tinha mais de 80 anos (27), seguidas dos 70 aos 79 anos (12) e depois registaram-se duas mortes nos dois grupos etários dos 40 aos 49 e dos 50 aos 59 anos, tendo ainda falecido um homem sexagenário.

O Norte continua a região do país com mais novos casos diários, com 15.984 infeções, seguindo-se Lisboa e Vale do Tejo, com mais 11.856, o Centro (8.265), o Algarve (1.898), Alentejo (1.806), Açores (1.097) e a Madeira (605).