Pesquisar notícia
sábado,
02 jul 2022
PUB
Covid-19

Internamentos voltam a diminuir e registaram-se 10.376 casos e 32 mortes

25/02/2022 às 16:29
Partilhar nas redes sociais:
Facebook Twitter

Portugal registou 10.376 novas infeções com o coronavírus SARS-CoV-2 nas últimas 24 horas, mais 32 mortes associadas à covid-19 e uma nova redução nos internamentos em enfermaria, indicou hoje a Direção-Geral da Saúde (DGS).

Segundo o boletim epidemiológico diário, hoje estão internadas 1.501 pessoas, menos 59 do que na quinta-feira, enquanto nas unidades de cuidados intensivos estão 98 pessoas, menos oito, embora nem todos os internamentos se devam à covid-19, podendo ser motivados por outras patologias apesar da existência de infeção com SARS-CoV-2.

O número de doentes em cuidados intensivos registou nas últimas 24 horas o valor mais baixo desde 23 de novembro, altura em que estavam internados nestas unidades 93 pessoas.

Também os internamentos em enfermaria atingiu hoje valores semelhantes ao início de janeiro.

O número de casos ativos diminuiu hoje para 456.233, menos 12.301 do que na quinta-feira, e nas últimas 24 horas foram dadas como recuperadas 22.645 pessoas, para um total de 2.764.245 desde o início da pandemia.

Nas últimas 24 horas deixaram de estar em vigilância 10.061 contactos, mas as autoridades de saúde ainda mantêm 438.633 pessoas nestas condições.

Das 32 mortes nas últimas 24 horas, 14 aconteceram na região de Lisboa e Vale do Tejo, sete no Centro, seis no Norte, quatro no Alentejo e uma nos Açores, não se registando qualquer óbito no Algarve e Madeira.

Por faixas etárias, morreram 25 idosos com mais de 80 anos, sete pessoas entre os 70 e 79 anos e uma entre os 60 e 69 anos.

A maior parte dos novos contágios foi diagnosticada na região de Lisboa e Vale do Tejo, com 3.559 infeções, seguindo-se o Norte, com mais 2.267, o Centro (2.123), os Açores (656), o Algarve (626), a Madeira (614) e o Alentejo (531)

Desde o início da pandemia, em março de 2020, a região de Lisboa e Vale do Tejo registou 1.147.896 casos e 8.709 mortes.

Na região Norte registaram-se 1.224.974 infeções e 6.417 óbitos e a região Centro tem agora um total acumulado de 484.645 infeções e 3.721 mortes.

O Algarve totaliza 132.585 contágios e 626 óbitos e o Alentejo soma 115.994 casos e 1.172 mortos por covid-19.

A Região Autónoma da Madeira soma desde o início da pandemia 77.246 infeções e 185 mortes e o arquipélago dos Açores 56.111 casos e 86 óbitos.

As autoridades regionais dos Açores e da Madeira divulgam diariamente os seus dados, que podem não coincidir com a informação divulgada no boletim da DGS.

De acordo com DGS, foram contabilizados 1.509.201 casos de infeção em homens e 1.729.369 em mulheres, havendo 2.881 casos de sexo desconhecido, que se encontram sob investigação, uma vez que esta informação não é fornecida de forma automática.

Desde março de 2020 morreram 11.032 homens e 9.941 mulheres de covid-19.

Em Portugal, desde março de 2020, foram infetadas pelo menos 3.241.451 pessoas com o SARS-CoV-2 e foram declaradas 20.973 mortes associadas à covid-19.

A doença respiratória é provocada pelo coronavírus SARS-CoV-2, detetado no final de 2019 em Wuhan, cidade do centro da China.

A variante Ómicron, que se dissemina e sofre mutações rapidamente, tornou-se dominante no mundo desde que foi detetada pela primeira vez, em novembro, na África do Sul.

Lusa