Pesquisar notícia
quarta,
18 mai 2022
PUB
Covid-19

Covid-19: Município de Ourém realizou mais de quatro mil testes no Natal e Ano Novo

4/01/2022 às 17:14
Partilhar nas redes sociais:
Facebook Twitter

O Município de Ourém realizou 4.019 testes à covid-19 no período do Natal e do Ano Novo e foram detetados 138 casos positivos, anunciou hoje aquela Câmara do distrito de Santarém.

Segundo uma nota da autarquia, nos dias 22, 23 e 24 de dezembro foram testadas 2.508 pessoas, com 58 resultados positivos para o novo coronavírus. Já nos dias 30 e 31 de dezembro, o centro de testagem efetuou 1.511 testes rápidos de antigénio à covid-19, dos quais 80 foram positivos.

O Município de Ourém, presidido por Luís Albuquerque (coligação PSD/CDS-PP Ourém Sempre), disponibilizou de forma gratuita testes rápidos de antigénio a todos os cidadãos que quiseram deslocar-se ao ponto de testagem instalado no Centro Municipal de Exposições.

Na última reunião de executivo, na segunda-feira, Luís Albuquerque justificou a criação do posto de testagem “face ao agravamento da situação pandémica, plasmado na escalada do número de casos positivos de covid-19 durante a época festiva”.

“Analisados os resultados decorrentes desta decisão, consideramos que a iniciativa resultou num sucesso em toda a plenitude, contribuindo para o aumento da segurança e a redução substancial do número de contágios ocorridos no concelho de Ourém, durante a época festiva”, salientou numa declaração, que está no sítio da autarquia.

Com obrigatoriedade de testes para frequentar restaurantes, recintos desportivos, eventos culturais e uma campanha reiterada das autoridades de saúde recomendando testagem antes de encontros familiares, nos últimos dias e vésperas de festas de 2021, os números foram recordes sucessivos: 151.168 a 20 de dezembro, 359.830 a 23 de dezembro, 402.756 a 30 de dezembro.

Olhando para os mesmos dias de 2020, os números são muitíssimo inferiores: 18.383 a 20 de dezembro, 59.267 a 23 de dezembro, 44.536 a 30 de dezembro.

A covid-19 provocou 5.448.314 mortes em todo o mundo desde o início da pandemia, segundo o mais recente balanço da agência France-Presse.

Em Portugal, desde março de 2020, morreram 19.015 pessoas e foram contabilizados 1.460.406 casos de infeção, segundo dados da Direção-Geral da Saúde de hoje.

A doença respiratória é provocada pelo coronavírus SARS-CoV-2, detetado no final de 2019 em Wuhan, cidade do centro da China, e atualmente com variantes identificadas em diversos países.

Uma nova variante, a Ómicron, considerada preocupante e muito contagiosa pela Organização Mundial da Saúde (OMS), foi detetada na África Austral, mas desde que as autoridades sanitárias sul-africanas deram o alerta, a 24 de novembro, foram notificadas infeções em pelo menos 110 países, sendo dominante em Portugal.

Lusa