Pesquisar notícia
quarta,
10 ago 2022
PUB
Covid-19

Covid-19: Médio Tejo soma mais 180 contágios. Ómicron representa 95,3% dos contágios analisados no CHMT

17/01/2022 às 18:55
Partilhar nas redes sociais:
Facebook Twitter

A Unidade de Saúde Pública do Médio Tejo (USPMT) registou nas últimas 24 horas mais 180 novos casos de pessoas infetadas com o novo coronavírus. De acordo com os dados da saúde pública o total acumulado de contágios, desde o início da pandemia é de 32.329.

Os 180 contágios reportados esta segunda-feira estão localizados em Abrantes (45), Alcanena (19), Constância (2), Entroncamento (3), Ferreira do Zêzere (8), Mação (5), Ourém (46), Sardoal (5), Tomar (29), Torres Novas (11) e Vila Nova da Barquinha (7).

Já com os 180 contágios reportados nas últimas 24 horas o número de casos ativos no território dos 11 concelhos da saúde do Médio Tejo foi atualizado para 6.370. Estes casos estão localizados em Abrantes (1.016), Alcanena (363), Constância (139), Entroncamento (661), Ferreira do Zêzere (226), Mação (122), Ourém (1.273), Sardoal (163), Tomar (1.154), Torres Novas (945) e Vila Nova da Barquinha (210).

Ómicron representa 95,3% dos casos analisados no CHMT

No que diz respeito à testagem no Centro Hospitalar no Médio Tejo (CHMT), na semana passada o serviço de Patologia fez 3.210 testes PCR. De referir que este valor representa os testes feitos pelo Centro Hospitalar entre os dias 8 e 14 de janeiro.

De acordo com fonte hospitalar a taxa de testes positivos nesta semana foi de 11% em relação aos testes realizados. O serviço do CHMT apurou ainda que 95,3% dos testes detetaram a variante Ómicron do SARS-CoV-2, seguindo uma tendência como acontece nos números nacionais.

O CHMT é a primeira instituição do SNS com a deteção da variante Ómicron, baseada na deteção de quatro mutações por biologia molecular, validada pelo INSA (Instituto Nacional de Saúde Pública Ricardo Jorge). 

Portugal registou mais 125 internamentos em enfermaria por covid-19 e mais seis em cuidados intensivos nas últimas 24 horas, segundo os dados oficiais de hoje da pandemia, que dão conta de 21.917 novas infeções e 31 mortos.

Estão agora internadas 1.938 pessoas infetadas com o vírus SARS-CoV-2 em enfermaria e 174 em unidades de cuidados intensivos, revelam os dados do relatório da avaliação da situação epidemiológica da Direção-Geral da Saúde (DGS).

Os 31 novos óbitos associados à covid-19 ocorreram em Lisboa e Vale do Tejo (17), na região Norte (6), no Centro (3), no Algarve (3) no Alentejo (1) e na Madeira (1).

O maior número de novas infeções registou-se na região Norte (8.937) e em Lisboa e Vale do Tejo (7.938).