Pesquisar notícia
quarta,
20 out 2021
PUB
Covid-19

Covid-19: Médio Tejo com mais 16 infetados e 63 recuperados tem 163 casos ativos

2/07/2021 às 18:11
Partilhar nas redes sociais:
Facebook Twitter

O Médio Tejo tem mais 16 novos infetados com o coronavírus e 63 recuperados, de acordo com uma atualização feita esta sexta-feira pelas autoridades de saúde. De acordo com o relatório epidemiológico da Unidade de Saúde Pública do Médio Tejo (USPMT) a região passou a ter um total acumulado de 13 279 casos positivos desde que começou a pandemia, em março de 2020. Os 16 casos revelados pelos laboratórios estão localizados em Abrantes (4), Constância (1), Mação (1), Ourém (5), Tomar (1) e Torres Novas (4).

A USPMT fez esta sexta-feira, dia 2 de julho, uma atualização no número de recuperados, revelando que mais 63 pessoas já recuperaram da doença provocada pelo SARS-CoV-2. O número de pessoas recuperadas é de agora de 12 737, estado reportados pelos Médicos de Família em Abrantes (14), Alcanena (1), Constância (10), Entroncamento (9), Mação (1), Ourém (4), Sardoal (9), Tomar (6) e Torres Novas (9). O número de óbitos, 379, continua inalterado.

Deste modo o número de casos ativos é, nesta sexta-feira, de 163 pessoas que estão confinadas com a infeção provocada pelo SARS-CoV-2. A USPMT indica que os 163 casos ativos estão localizados em Abrantes (38), Alcanena (9), Constância (20), Entroncamento (5), Ferreira do Zêzere (2), Mação (4), Ourém (33), Sardoal (5), Tomar (20), Torres Novas (21) e Vila Nova da Barquinha (6).

No que diz respeito ao número de pessoas que estão em confinamento por terem contactado com infetados, há a registar mais 37 pessoas em isolamento em relação ao dia de ontem. No total, há na região 482 pessoas a quem foi decretada a quarentena pelo período de 14 dias e que devem ficar em isolamento em casa. Desde que começou a pandemia que a USPMT já decretou um total de 6 941 confinamentos e deu alta do isolamento a 8 462 pessoas.
As 482 pessoas em vigilância ativa estão confinadas em Abrantes (79), Alcanena (67), Constância (53), Entroncamento (16), Ferreira do Zêzere (3), Mação (19), Ourém (157), Sardoal (4), Tomar (17), Torres Novas (57) e Vila Nova da Barquinha (10).

Portugal regista hoje sete mortes atribuídas à covid-19, o número mais elevado desde meados de maio, 2.436 novos casos de infeção pelo coronavírus SARS-CoV-2, e um aumento nos internamentos, segundo os dados da Direção-Geral da Saúde (DGS).

Desde o dia 15 de maio, quando se registaram sete mortes, que o número de óbitos diários não era tão elevado.

No boletim epidemiológico da DGS assinala-se que estão hoje internadas 532 pessoas com covid-19, mais 23 do que na quinta-feira, 118 das quais em unidades de cuidados intensivos, mais cinco.

A área de Lisboa e Vale do Tejo tem 56,2% do total das novas infeções, concentrando 1.371 novos casos.

As sete mortes nas últimas 24 horas, de pessoas com mais de 80 anos e na faixa etária entre os 70 e os 78 anos, ocorreram na região de Lisboa e Vale do Tejo (5), na região Norte (1) e na região do Alentejo (1).

Os dados divulgados pela DGS mostram também que há mais 1.174 casos ativos, totalizando 35.855 e que 1.255 pessoas foram dadas como recuperados nas últimas 24 horas, o que aumenta o total nacional para 831.479 recuperados.