Pesquisar notícia
quarta,
18 mai 2022
PUB
Concelhos

Constância: Secretário de Estado inaugurou Extensão de Saúde de Montalvo (C/ÁUDIO)

6/12/2021 às 19:08
Partilhar nas redes sociais:
Facebook Twitter

O secretário de Estado adjunto e da Saúde, António Lacerda Sales, inaugurou na manhã desta segunda-feira a extensão de saúde de Montalvo. Esta eestrutura está a funcionar desde abril deste ano e resultou de uma intervenção da Câmara Municipal de Constância na antiga escola primária da freguesia. Este é mais um exemplo de uma parceria entre poder central e local como o governante tinha visto uma hora antes no vizinho concelho de Vila Nova da Barquinha onde inaugurou as novas instalações da Unidade de Cuidados da Comunidade do Almourol.

Sérgio Oliveira, presidente da Câmara Municipal de Constância, revelou que este investimento de 161 mil euros teve uma comparticipação de cerca de 130 mil de fundos comunitários, mas permitiu criar umas instalações condignas para a população de Montalvo.
Quanto à falta de médicos de família o autarca indicou que a Câmara até tem um apartamento que cede sem qualquer custo para que um médico de família se possa instalar no concelho. Mas esta é uma das grandes preocupações dos autarcas de toda a região.

Sérgio Oliveira

O secretário de Estado repetiu em Constância aquilo que já tinha dito em Vila Nova da barquinha: a satisfação de ver o exemplo de parcerias com as autarquias, como é o caso da extensão de saúde de Montalvo. E vincou que este é um trabalho de melhoria das condições para os profissionais de saúde e de dar mais e melhores condições de prestação de cuidados e de proximidade ás populações.
Lacerda Sales disse claramente que “não fizemos tudo, mas fizemos muita coisa”, acrescentando que é preciso ainda um número considerável de médicos de família. E disse que voltará a haver um novo concurso para médicos com especialidade em saúde familiar.

António Lacerda Sales

À chegada a Montalvo o governante foi abordado por um cidadão descontente com a passagem de cada vez mais serviços da saúde do setor público para o setor privado. Lacerda Sales ainda tentou conversar e justificar algumas das questões ali levantadas, mas ao não conseguir dialogar acabou por entrar na extensão de saúde de Montalvo.

Cidadão protesta contra falta de médicos 

Em declarações aos jornalistas, Lacerda Sales reconheceu haver um “número considerável” de portugueses sem médico de família, tendo anunciado ainda para este mês de dezembro um “novo concurso para reforço dos quadros do SNS com mais médicos de família”.

António Lacerda Sales

À saída, e antes de entrar no automóvel, o governante voltou a ser abordado por outra habitante do concelho que desabafou as suas preocupações pela falta de médicos de família, apontando o caso de Constância.

O equipamento de saúde em Montalvo entrou ao serviço da população em abril deste ano, 12 anos depois de muita luta e reivindicação por parte da população e de autarcas, mas o problema da falta de médicos tem sido uma constante na freguesia e um pouco por todo o Agrupamento de Centros de Saúde (ACES) do Médio Tejo, onde há atualmente 18 médicos em falta no total dos 11 municípios servidos por este ACES.

CDU aponta necessidades do concelho

A visita do secretário de Estado da Saúde a Constância levou a estrutura local da CDU a emitir um comunicado em que diz esperar que esta visita resolva algumas questões que estão em aberto no concelho e que preocupam a população.

A CDU diz esperar que esta vista resolva “a falta de médicos, enfermeiros, técnicos de saúde, assistentes administrativos e operacionais” que permita “organizar as consultas de recurso/urgência de forma a evitar que os utentes, estejam horas à espera sem saber se serão atendidos.” A CDU aponta ainda uma falha na insuficiência no acompanhamento de doentes crónicos e saúde materno-infantil assim como a redução de tempo de espera para cirurgias, consultas e exames nos hospitais.

No mesmo comunicado a CDU que tem uma vereadora eleita na Câmara Municipal de Constânica espera ainda que haja uma organização dos serviços e dá o exemplo “da vacinação contra a gripe e Covid 19."

Em jeito de conclusão aponta ainda a necessidade de entrada em funcionamento do “Gabinete de Saúde Oral em que parte do equipamento foi comparticipado financeiramente pela Câmara Municipal.”

A CDU conclui a dizer que espera que esta visita não seja uma mera ação de campanha eleitoral do Partido Socialista.

 

 

Galeria de Imagens