Pesquisar notícia
sexta,
09 dez 2022
PUB
1

Panteão dos Almeida ganha mais um prémio internacional

4/10/2022 às 12:01
Partilhar nas redes sociais:
Facebook Twitter
Créditos fotos: CM Abrantes

Júri internacional e público dos Loop Design Awards atribuem ao Panteão dos Almeida, em Abrantes, prémios nas categorias de “People´s Choice Award 2022” e “Interior | Exhibition & Museum”.

O projeto de requalificação do Panteão dos Almeida, na Igreja de Santa Maria do Castelo, em Abrantes, foi premiado na edição deste ano dos “Loop Design Awards”, tendo vencido nas categorias de “People´s Choice Award 2022” (votação público) e na categoria “Interior | Exhibition & Museum”.

Na atribuição do prémio na categoria “Interior | Exhibition & Museum”, o júri destaca o facto de “toda a intervenção ter sido concebida para ser completamente reversível e minimalista para evitar competir com a grandeza histórica do existente”, acrescentando que a “exposição temática, no interior desta igreja histórica portuguesa, explora a intersecção entre uma arquitetura etérea e minimalista, com uma arquitetura existente com mais de 800 anos, acreditando que estas duas realidades podem coexistir e potenciar-se”.

Numa edição em que estiverem a concurso 705 projetos de 56 países, o Panteão dos Almeida venceu também na categoria de “People Choice Award 2022”, cuja atribuição foi decidida por voto aberto do público, numa eleição que contou com uma participação recorde de mais de 135 mil votos de todo o mundo.

Os “Loop Design Awards” são um concurso internacional que premeia o que de melhor se faz na Arquitetura, Design de Interiores, Paisagismo, Design de Produto, Fotografia de Arquitetura e Vídeo de Arquitetura, em todo o mundo. O painel de 44 jurados deste prémio é multidisciplinar e integra conceituados arquitetos, fotógrafos, editores e designers da Europa, América do Norte, América do Sul, Ásia e Oceânia.

A Museografia e a Arquitetura Expositiva do Panteão dos Almeida, esteve a cargo da Spaceworkers, tendo sido inaugurada a 14 de junho de 2021, Dia da Cidade de Abrantes, fazendo agora parte da rede de Museus de Abrantes, que inclui o Museu MDF – Metalúrgica Duarte Ferreira, em Tramagal, – Prémio Museu do Ano em 2018; o MIAA – Museu Ibérico de Arqueologia e Arte; o Quartel – Galeria Municipal de Arte; e o MAC – Museu de Arte Contemporânea, cuja requalificação se encontra em fase de conclusão.

Recorde-se que no passado mês de setembro, o Panteão dos Almeida tinha arrecadado a distinção de “Gold Winner” na categoria de “Interior Design – Exhibits, Pavilions & Exhibitions” nos “Muse Design Awards 2022.

O Panteão dos Almeida abriga vários túmulos, entre os quais os dos Condes de Abrantes (sécs. XV e XVI), destacando-se os túmulos em estilo gótico florido flamejante, uma estrutura retabular quinhentista, azulejos hispano-mouriscos, e exemplares de frescos ou pinturas murais, que datarão do século XVI.

A Igreja de Santa Maria do Castelo, construída no Século XIII, deixou de ter culto religioso em 1834 e, desde 1921, foi o local do Museu D. Lopo de Almeida. Desde, 14 de junho de 2021, cerca de 100 anos depois, passou a ser o Panteão dos Almeida.

É neste local que estão os túmulos de D. Diogo Fernandes de Almeida, D. Lopo de Almeida (primeiro Conde de Abrantes), D. João de Almeida (segundo Conde de Abrantes), D. António de Almeida e D. Rodrigo Anes de Almeida Meneses (primeiro Marquês de Abrantes).

Numa intervenção que custou perto de 160 mil euros, a autarquia quis salvaguardar este legado histórico, para além de requalificar o edifício. Foi construído um soalho por forma a destacar as campas que estão no chão da capela, assim como foi salvaguardado o altar.

Nesta musealização, o visitante é convidado a entrar e circular por entre painéis de vidro com informação sobre o local e é conduzido aos túmulos, passando por uma mesa interativa em que tem muita informação sobre o Panteão, os Almeida e sobre a história de Abrantes.

O Panteão dos Almeida está aberto de terça-feira a domingo das 10h às 13h e das 14h às 18h.